Estado americano da Virgínia regulamenta apostas esportivas

Compartilhe como seus amigos:

Bandeira dos Estados Unidos fincadas na grama - Virgínia

Atualmente, o Brasil permite a realização de apostas online. Contudo, o governo ainda não aprovou uma regulamentação. Ou seja, os sites possuem o aval para operar. Mas não podem estar hospedados no país. Com isso, todos os lucros saem do Brasil. E enchem os bolsos de outros países. Nos Estados Unidos não é diferente, porém as apostas online não são permitidas em todos os estados da Terra do Tio Sam.

Leia mais: Porque as apostas esportivas são melhores que as ações?

banner bet365

VIRGÍNIA E MAIS 18 ESTADOS

Por certo, apenas 18 dos 50 estados, mais a capital Washington DC, oferecem o serviço. 4 deles já o autorizaram, mas ainda não permitem as operações. Na sequência, 21 estados optaram pela não autorização. Desse modo, o mais recente estado a abrir suas fronteiras às apostas é a Virgínia. Recentemente, a Virgínia Lottery Board, agência que controla as apostas no estado, aprovou a regulamentação de apostas online. A regulamentação frisa que somente 12 plataformas de apostas podem receber o aval para trabalharem na Virgínia.

As instituições interessadas devem realizar o requerimento até o fim de outubro de 2020. A partir daí, terão que esperar 90 dias para descobrir se foram ou não aprovadas. Uma vez aprovado, o site poderá fornecer apostas de 2021 em diante.

Continuamos comprometidos com a construção de uma estrutura regulatória em torno das apostas esportivas que seja transparente, responsável e justa para os consumidores e atletas. Em última análise, nosso objetivo como ‘árbitro’ de apostas esportivas no Commonwealth é garantir condições equitativas para fornecedores e consumidores da Virgínia que optam por fazer uma aposta” – afirmou Ferhan Hamid, presidente da Loteria da Virgínia.

Leia mais: Qual é o perfil dos apostadores online?

Junto a Virgínia, espera-se que Maryland, Louisiana e Dakota do Sul também regularizem. Estes três estados irão pedir a seus eleitores a aprovação das apostas. Isso deve acontecer em novembro de 2020, junto com as eleições presidenciais. Ao que tudo indica, o resultado deve ser positivo. A saber, os Estados Unidos viram quase metade de seus estados aprovarem em menos de dois anos e meio. Além disso, o Tennessee busca regularizar antes mesmo das eleições. Em contrapartida, Carolina do Norte e Washington vivem a mesma situação da Virgínia. Ou seja, já aprovaram. E liberarão apenas no ano de 2021.

“Faria sentido para os eleitores aprovarem a criação de um mercado legal e regulamentado em vez de depender do mercado ilegal e gerar receita tributária adicional, já que os governos estaduais e locais lutam para gerar receita como resultado da pandemia” – disse Sara Slane, consultora de apostas esportivas. 

A RECEITA GERADA PELAS APOSTAS NOS EUA

Mesmo com o cancelamento de muitas modalidades esportivas, por conta do novo coronavírus, a receita aumentou no país. Por certo, houve o crescimento de 18,9%. Tudo isso apenas nos sete primeiros meses de 2020. Segundo a American Gaming Association (AGA), isso se deu pela permissão de apostas em alguns estados. No ínterim de 12 meses, doze estados liberaram apostas. Ou seja, em média um estado por mês.

Leia mais: O que fazer para ter planejamento e produtividade no mundo das apostas?

Foto em destaque: Reprodução – Internet/ Arte – Shaftscore

Compartilhe como seus amigos:

banner bet365