Fifa e ONU se unem contra manipulação de resultados

Compartilhe como seus amigos:

Presidente Fifa - Acordo Fifa ONU

Entenda como Fifa e ONU buscam acabar com a manipulação de resultados

Entidade máxima do futebol, a Fifa está em parceria com a ONU, através da UNODC, Escritório contra Drogas e Crime das Nações Unidas, visando juntos combater as combinações de resultados pelo mundo.

A ideia é conseguir estabelecer algumas iniciativas que sejam sustentáveis de integridade e anticorrupção, dessa forma, beneficiando todas as confederações que estão filiadas à organização.

banner bet365

Portanto, o Programa de Integridade Global da Fifa visa o benefício a todas as 211 associações filiadas a mesma espalhadas pelo mundo, dessa forma, compartilhando conhecimento e recursos com os mesmos.

Presidente da Fifa fala sobre união com a ONU

O presidente da Fifa, Gianni Infantino, comentou sobre a união com a ONU em busca de acabar com a manipulação de resultados de futebol. De acordo com ele, essa é uma ameaça real a modalidade.

“A manipulação é uma coisa muito real que ameaça a integridade e a credibilidade do futebol em muitos países ao redor do mundo”, disse o dirigente, que ainda completou falando sobre o programa.

“O Programa de Integridade Mundial da Fifa, realizado em estreita colaboração com especialistas do UNODC e somando-se ao trabalho contínuo da Fifa nessa frente, é outro passo importante para proteger a integridade do esporte. Fornecer treinamento e capacidade dentro das federações para combater a manipulação de resultados em nível local”, finalizou Gianni Infantino.

Ganhe um Bônus de R$200 para apostar na Bet365!

Entenda a parceria

A parceria entre Fifa e ONU mostra uma grande preocupação em relação à manipulação de resultados. Dessa forma, a entidade máxima do futebol faz o lançamento do programa global logo após a UNODC anunciar novas campanhas no mesmo segmento, mostrando força e trabalho em conjunto.

Sendo assim, a parceria irá se concentrar em plataformas de denuncias confidenciais, para que os jogadores, dirigentes e treinadores sejam encorajados a denunciar qualquer tentativa de corrupção no esporte.

Portanto, Fifa e ONU entendem que juntos podem conseguir êxito, e com isso contribuir para um esporte disputado de forma honesta.

Manipulações são mais frequentes em divisões inferiores

Os principais casos de manipulações são envolvendo divisões inferiores, onde as atenções são menores. O Campeonato Paulista da Série A3, equivalente a terceira divisão estadual, passou por uma situação complicada em 2020.

Na ocasião, foi revelado que um aliciador chegava em atletas pedindo para que fizessem situações em campo em troca de dinheiro. O Paulista de Jundiaí, Olímpia e o Barretos tiveram jogos avaliados, e jogadores foram para julgamento. Alguns foram condenados, pagando multas e cumprindo suspensões.

Porém, já tivemos casos na elite. Em 2005, o então árbitro Edílson Pereira de Carvalho participou de um esquema de manipulação no Campeonato Brasileiro. Dessa forma, ele influenciou em 11 jogos, manchando a competição.

As partidas foram remarcadas, e o Corinthians foi o campeão. Porém, o que ficou de fato na história foram as situações negativas vindo de quem deveria zelar pela competitividade.

Por fim, é justamente por esses e outros diversos casos que Fifa e ONU se unem contra manipulação de resultados, visando encorajar a todos para denunciar e acabar com qualquer tipo de esquema.

Ganhe um Bônus de R$200 para apostar na Bet365!

Compartilhe como seus amigos:

banner bet365