Outras publicações:

Entenda a “maldição” do Bayern em Mundiais

Compartilhe com seus amigos:

Imagem ilustrativa para "Maldição do Bayern em Mundiais"

Sem dúvida, com a eliminação precoce do Palmeiras, todos os holofotes do Mundial voltaram-se ao Bayern de Munique. Nesta edição, a equipe alemã representa o continente europeu. Isso após conquistar a UEFA Champions League, pela sexta vez em sua história. Com isso, o Mundial de Clubes da FIFA não é novidade ao bávaros. Afinal, disputou a competição em três oportunidades.

A saber, a primeira foi em seria em 1974, quando o certame ainda se chamava Copa Intercontinental. Entretanto, o Bayern se recusou a jogar. No ano seguinte, a equipe se recusou novamente, junto ao Estudiantes (ARG). Até que em 1976, os alemães aceitaram enfrentar o Cruzeiro, e terminaram com o título. Depois disso, em 2001, venceram o Boca Juniors, garantindo o bicampeonato. Por fim, a mais recente aparição do Bayern no Mundial foi em 2013, após mais uma UCL. Assim, iremos relembrar o que aconteceu naquela edição do Mundial.

Leia mais: Sistema android terá app para jogos de azar

CAMINHO DO BAYERN ATÉ O MARROCOS

Assim como na grande maioria das vezes, o Bayern chegou à Champions 2012/13 como favorito ao caneco. Desse modo, os homens de Jupp Heynckes caíram no Grupo F, junto a Valencia, BATE Borisov e Lille. E os bávaros avançaram sem dificuldades: seis jogos, quatro vitórias, um empate e uma derrota. Portanto, tiveram de enfrentar o tradicional Arsenal, da Inglaterra.

No acumulado, o confronto terminou em 3 x 3, mas os alemães avançaram pela regra do gol fora. As quartas de finais reservaram um adversário pra lá difícil. Afinal, o Bayern enfrentou a Juventus. No duelo Alemanha x Itália, os alemães levaram a melhor. Com isso, Robben, Muller, Neuer e companhia avançaram e jogaram contra o galáctico Barcelona. Mesmo assim, mais um triunfo e o time da Terra da Cerveja garantiu vaga na decisão.

Curiosamente, do outro lado da chave estava o Borussia Dortmund. Ou seja, a Champions League seria decidida entre dois alemães, num clássico. Como todos sabem, o torneio é decidido em partida única, que foi realizada no mítico estádio de Wembley. Graças a Mandzukic e Robben, o Bayern de Munique garantiu a “orelhuda”, e de quebra uma vaga no Mundial de Clubes.

O JOGO QUE NUNCA ACONTECEU

Diferentemente das edições anteriores, em 2013 o Mundial aconteceu no Marrocos. Porém, o número de equipes foi o mesmo: sete. Além dos alemães, estavam Guangzhou (CHI), Al Ahly (EGI), Monterrey (MEX), Atlético Mineiro e Auckland City (NZL). Vale ressaltar que a grande expectativa, dos brasileiros, ficou por conta de um possível confronto entre Galo x Bayern de Munique. De maneira idêntica ao Mundial de 2021, o campeão da Libertadores foi eliminado nas semifinais.

Leia mais: Relembre como foi o último mundial do Palmeiras em 1999

Por certo, os algozes de Ronaldinho, Jô, Bernard, Victor e companhia foi o simpático Raja, clube representante do país-sede. Os marroquinos despacharam o Atlético por 3 x 1. Desse modo, o Bayern, que despachou o Monterrey na outra chave, duelou contra os anfitriões. Decerto, a equipe fez valer o favoritismo e venceu a decisão por 2 x 0. Enquanto isso, o Atlético venceu o Guangzhou e ficou com o 3º lugar do Mundial.

Dessa maneira, é possível fazer um paralelo. Toda vez que o Bayern chega ao Mundial, os times sul-americanos são eliminados ainda nas semifinais. Isso ocorreu em 2013, como visto acima, e também em 2021, quando o Palmeiras perdeu para o Tigres (MEX), por 1 x 0. Portanto, o sonho de “pintar o mundo de verde e branco” chegou ao fim. Com isso, o Palestra deverá disputar o 3º lugar, contra o Al Ahly.

Compartilhe como seus amigos:

  • Ranking Casa de Apostas

    Betfair

    Classificação

    Bet365

    Classificação

    Betano

    Classificação

    1.

    bet365.com

    5.0/5

    2.

    betfair.com

    4.9/5

    3.

    betano.com

    4.8/5

    4.

    1xbet.com

    4.7/5

    5.

    betway.com

    4.6/5

    6.

    bodog.com

    4.5/5