Presidente do Atlético MG provoca Flamengo

Compartilhe com seus amigos:

Presidente do Atlético MG provoca Flamengo

Antes de tudo. Atlético MG e Flamengo está se tornando uma rivalidade nacional muito forte. Tanto com a bola rolando, quanto com declarações, os dois times estão pegando fogo quando falam um do outro. A bola da vez, foi sobre a declaração do presidente do Galo, Sérgio Coelho. O dirigente do clube mineiro, falou a respeito da declaração de Gabriel Barbosa, após o jogo de ida pela Copa do Brasil, quando o atleta disse que o Atlético MG iria conhecer o “inferno” no jogo de volta no Rio de Janeiro. A respeito disso, Sérgio falou o seguinte:

O que o Atlético tem que fazer é comunicar ao governador do Rio de Janeiro, à Polícia Militar. Nós estamos fazendo tudo oficialmente e mostrando a eles, comunicando o risco que existe.

Ainda sobre o assunto que o camisa nove do Flamengo provocou, o cartola do Galo mandou o seguinte recado em relação à atmosfera que o time mineiro irá encarar no jogo de volta, que será realizado dia 13 de julho:

Não vamos nos acovardar, não vamos para debaixo da mesa com medo não. A torcida do Atlético deve comparecer, sim. A gente pede os torcedores que estiverem presentes no Maracanã que se comportem bem, não provoquem os flamenguistas.

Polêmica relacionada ao VAR

Após esta declaração, o dirigente foi ainda mais fundo quanto as declarações e disse algo relacionado a um certo favorecimento por parte do VAR para com o time do Rio de Janeiro. Coelho falou o seguinte:

Antigamente, o que chamava mais atenção eram os juízes em campo. Então eles (Flamengo) ficavam mais tranquilos, porque os juízes ajudavam bastante lá. Como hoje tem o VAR e os árbitros mais qualificados, agora eles estão partindo para a questão de torcida. Mas eles que resolvam os problemas deles lá, e nós vamos resolver o nosso do lado de cá.

Como começou a polêmia do “inferno” entre Atlético MG e Flamengo

Dessa forma, essa história do “inferno” na declaração de Gabigol, se deu após o final da partida. Quando perguntado sobre a decisão da vaga na Copa do Brasil, que será no Rio de Janeiro, o atleta falou:

Claro que não, a gente queria vencer, acho que mudamos nossa postura do último jogo, fizemos um bom jogo, claro que tomamos dois gols e duas chances que eles tiveram. Mas pressionamos bem, eles não saíram jogando, fizemos o gol que deixou vivo e agora temos jogo final de semana. Depois, vamos para Libertadores e quando eles forem lá, eles vão conhecer o que é pressão, o que é inferno.

Em seguida ao comentário do atacante do Flamengo, Hulk também se pronunciou e falou o seguinte sobre a declaração do seu adversário:

Não, a gente sabe, é uma vantagem mínima, se tratando de um grande time, né? A gente sabe a importância que é ganhar o primeiro jogos, os primeiros 90 minutos, e no segundo jogo, vamos entrar concentrados, vamos dar o nosso melhor. Falar em ambiente, estamos acostumados a jogar em grandes ambientes, com jogadores experientes, jogadores de seleção, jogadores cascudos, então não tem nenhum menino para enfrentar a pressão que for, mas o importante é o que o professor pede, entrar concentrado e dar o meu melhor. Mas deixar bem claro que não tem nada ganho ainda, está encaminhado uma parte, mas temos a segunda parte, para se Deus quiser, garantir a vaga para próxima fase.

Concluiu o camisa sete do Galo.

Compartilhe como seus amigos:

Outras publicações de seu time:

  • Ranking Casa de Apostas

    Betfair

    Classificação

    Bet365

    Classificação

    Betano

    Classificação

    1.

    bet365.com

    5.0/5

    2.

    betfair.com

    4.9/5

    3.

    betano.com

    4.8/5

    4.

    1xbet.com

    4.7/5

    5.

    betway.com

    4.6/5

    6.

    bodog.com

    4.5/5