Botafogo não tem mais reforços pré SAF

Compartilhe com seus amigos:

Botafogo SAF

O processo de aquisição da SAF Botafogo por parte do empresário norte-americano John Textor começou nos últimos dias de 2021. Contudo, o processo só acabou sendo finalizado e Textor começou a trabalhar no dia 11 de março de 2022. Então, quando a SAF começou a agir no Botafogo, o clube já contava com cinco contratações em 2022. Eram elas: o zagueiro Klaus, os volantes Fabinho e Breno, e os atacantes Erison e Vinícius Lopes. Porém, após seis meses de SAF Botafogo e a chegada de 20 jogadores (praticamente um elenco completo de reforços), os cinco que chegaram antes de John Textor perderam espaço, e quatro deles sequer estão no Botafogo.

Vale lembrar que, após a aquisição da SAF, chegaram: o goleiro Lucas Perri; os zagueiros Sampaio, Adryelson e Victor Cuesta; os laterais Saravia e Marçal; os meios-campos Patrick de Paula, Tche Tche, Lucas Fernandes, Lucas Piazon, Gabriel Pires, Danilo Barbosa, Gustavo Sauer, Eduardo e Jacob Montes; e os atacantes Victor Sá, Luis Henrique, Jeffinho (que chegou para o sub-20 antes da SAF, porém foi comprado em definitivo por Textor) Tiquinho e Júnior Santos.

Jogadores pré SAF Botafogo

Em suma, dos cinco jogadores que chegaram em 2022 antes da SAF do Botafogo, para o time profissional, apenas Breno ainda está no elenco botafoguense. Contudo, ele está lesionado a bastante tempo. E mesmo assim, já não estava nos planos de Luís Castro, e acabou indo para o time B antes de sua lesão.

Dos outros, o mais importante, com certeza, era o atacante Erison. Atual artilheiro do Botafogo na temporada (com 15 gols), Erison foi responsável por 16 pontos do Botafogo no Campeonato Brasileiro 2022, segundo o GE. Além disso, vinha sendo titular com o técnico português Luís Castro. Entretanto, com as chegadas de Júnior Santos e Tiquinho Soares, a diretoria do Glorioso imaginou que o El Toro perderia espaço. Portanto, decidiu emprestá-lo ao Estoril, de Portugal.

Vinicius Lopes nunca teve grande destaque no Botafogo. Porém, ao longo do tempo, ele perdeu cada vez mais espaço. E com as chegadas de Victor Sá e Luis Henrique, além das excelentes atuações de Jeffinho, Vinicius Lopes parou de ser utilizado. Então, nesta semana, foi o últimos dos cinco reforços pré SAF a deixar o Glorioso, rumo ao RWD Molenbeek, da Bélgica.

Fabinho nunca foi utilizado por Luís Castro, enquanto Klaus foi utilizado em apenas uma partida. Assim, Fabinho deixou o Botafogo em abril, rumo ao Sport. Enquanto Klaus acabou indo por empréstimo para Atlético-GO.

Vale lembrar de outros jogadores que chegaram pré SAF Botafogo. Entretanto, estes já estavam no elenco de 2021, campeão da Série B e deixaram a equipe carioca em 2022:

Chay

A saber, ao lado de Rafael Navarro, Chay foi o principal nome no quesito gols do Botafogo de 2021, campeão da Série B. Entretanto, durante as férias de 2021 para 2022, Chay acabou passando por um cirurgia no joelho. Assim, perdeu os primeiros jogos da temporada de 2022. Quando retornou, não se adaptou ao estilo de Luís Castro. Portanto, acabou sendo pouco utilizado, até o seu empréstimo em agosto para o Cruzeiro.

Luís Oyama e Barreto

Outro jogador importantíssimo em 2021 foi o volante Luís Oyama. Porém, com a chegada de diversos jogadores para a posição, como Patrick de Paula, Tche Tche, Gabriel Pires, Danilo Barbosa e Eduardo, Oyama acabou perdendo muito espaço. Assim, acabou sendo emprestado ao RWD Molenbeek, clube de John Textor na Bélgica.

Seguindo na linha dos volantes, Barreto estava no elenco do Botafogo de 2021 e o clube carioca o adquiriu Criciúma em 2022, antes da SAF. Contudo, também foi outro jogador que perdeu espaço. Assim, se transferiu em definitivo para o mesmo clube que Oyama foi por empréstimo, o RWD Molenbeek.

Foto destaque: Divulgação/Vitor Silva/Botafogo

Compartilhe como seus amigos:

Outras publicações de seu time: