Cássio admite atuação abaixo do Corinthians: “A gente não conseguiu jogar”

Compartilhe com seus amigos:

Cássio admite atuação abaixo do Corinthians: "A gente não conseguiu jogar"

O Corinthians visitou o Castelo do Dragão, mas não conseguiu trazer um bom resultado para São Paulo. A equipe sofreu com a forte marcação do Atlético-GO e não conseguiu impor o seu estilo de jogo. Para Cássio, a atuação foi irreconhecível, porém nem tudo está perdido.

“Tem o jogo da volta, são duas partidas. No decorrer do jogo, quando chegar a hora, fazer um caldeirão porque temos condições de buscar em casa a classificação. Temos que acreditar. Foi um jogo abaixo, mas não podemos ficar lamentando”, comentou o goleiro.

O jogo de volta acontece no dia 17 de agosto, às 21h30 (horário de Brasília), na Neo Química Arena. Uma vitória por dois gols de diferença leva a decisão para os pênaltis. Se vencer por três gols de vantagem, o Corinthians avança.

O ídolo do Timão, Cássio, não deixou de comentar os erros da equipe. O camisa 12 citou o lance do segundo gol, onde Léo Pereira, que já teve passagens pelo Parque São Jorge, recebeu com liberdade e chutou de fora da área para marcar um golaço – parecido com o gol tomado por Carlos Miguel, na última partida contra o Atlético-MG.

“A gente não conseguiu jogar. A equipe do Atlético-GO compete muito, e acabamos errando em detalhes. Acho que é o terceiro ou quarto gol que tomamos nesse tipo de jogada, de dar espaço, deixar o cara dominar e finalizar. Tento defender muito, mas às vezes a gente não consegue”, disse o goleiro.

Cássio em ação contra o Atlético-GO - Foto destaque: Divulgação / Heber Gomes / AGIF
Cássio em ação contra o Atlético-GO – Foto destaque: Divulgação / Heber Gomes / AGIF

No Castelo do Dragão, deu Atlético-GO! A equipe comandada por Jorginho superou o favoritismo do Corinthians e levou uma boa vantagem para o jogo de volta, que acontecerá no próximo dia 17, na Neo Química Arena, em São Paulo.

Confira os melhores lances de Atlético-GO x Corinthians

 

https://www.youtube.com/watch?v=i77nx9tX2kU

1º tempo: Atlético-GO pressiona e larga na frente

 

Antes da partida, questionado sobre qual seria a postura de sua equipe frente ao Corinthians, Jorginho não escondeu sua estratégia: jogar ofensivamente, contando com o apoio do torcedor. E foi o que seus jogadores fizeram durante quase todo o 1º tempo. Logo no início, Peglow recebeu dentro da área, ajeitou de cabeça para Ricardinho, que finalizou com perigo ao gol de Cássio. Pouco tempo depois, os mandantes chegaram novamente, mas desta vez com Wellington Rato. Em finalização, a bola desviou em Raul Gustavo. Cássio se esticou para evitar o que seria o primeiro gol da partida. O volume de jogo era todo do Atlético-GO. O Corinthians, por sua vez, tinha muita dificuldade para marcar.

Em um dos poucos erros do Dragão na 1ª etapa, Maycon recuperou a posse após passe errado de Marllon Freitas, mas Yuri Alberto não deu sequência em um possível contra-ataque. Com essa retomada de Maycon, o Corinthians começou a subir a marcação, tirando o espaço do Atlético e, dessa maneira, equilibrando o jogo. Contudo, no melhor momento da equipe de Vítor Pereira, gol dos donos da casa. Marllon encontrou Dudu na direita, que serviu Jorginho dentro da área. O meia finalizou e contou com desvio em Raul Gustavo, tirando as chances de Cássio. Aos 26 minutos, 1 x 0. O gol ainda foi verificado e validado pelo VAR.

Após o gol, o Corinthians melhorou, mas ainda não conseguia chegar com eficiência no campo de ataque. A0s 38 minutos, a primeira finalização do Timão ao gol de Ronaldo. Por fim, Roger Guedes teve a chance de empatar em cobrança de falta, mas a bola parou na barreira. Fim do 1º tempo: 1 x 0.

2º tempo: Corinthians até tenta, mas quem marca é o Dragão

 

O Corinthians voltou diferente para a reta final. Vítor Pereira promoveu as entradas de Giuliano e Adson. Saíram Du Queiroz e Roger Guedes. A tentativa era mexer no setor de criação alvinegro. A princípio, as alterações surtiram efeito. A equipe era outra, mais agressiva e melhor distribuída em campo. No entanto, quem chegou com perigo primeiro foi o Atlético-GO. Peglow recebeu pela esquerda, entrou dentro da área e serviu Jorginho. O autor do primeiro gol finalizou rente a trave de Cássio. O Timão respondeu em chute por cima de William, aos 15 minutos.

A posse de bola virou. Quem dominava era o Corinthians. Ciente disso, Jorginho colocou Airton e Luiz Fernando nos lugares de Peglow e Ricardinho para dar um gás ao ataque do Atlético. Na primeira jogada de ambos, Marllon recebeu na entrada da área, mas chutou por cima. Após a chance desperdiçada pelo Dragão, Vítor Pereira chamou Vera e Rafael Ramos. Deixaram o campo Cantillo e Fagner. O Timão respondeu rapidamente. William sofreu falta e bateu rápido. Giuliano foi o destino da cobrança. Finalização muito perto do gol. Era jogo lá e cá. Para esfriar a partida, Jorginho promoveu as entradas de Shaylon e Léo Pereira. VP respondeu com Balbuena, que, nesse sentido, entrou no lugar do lesionado Raul Gustavo.

Uma das mudanças de feitas pelo treinador rubro-negro resultou em gol. Aos 42 minutos, Léo Pereira recebeu sem marcação na esquerda e acertou um belo chute no angulo de Cássio. O gol, por fim, colocou fim a uma invencibilidade do Corinthians e deu esperanças ao Atlético-GO. Fim de jogo: 2 x 0.

Situação na competição e próximas partidas – Atlético-GO x Corinthians

 

Com a vantagem para o jogo de volta, o Atlético-GO agora volta as suas atenções para o Brasileirão. No sábado (30), a equipe visita o Flamengo, às 20h30 (horário de Brasília). No próximo meio de semana, vai até o Uruguai enfrentar o Nacional pela Sul-Americana. Já o Corinthians, conta com o apoio de seu torcedor para reverter a situação no jogo de volta. Pelo Campeonato Brasileiro, também no sábado (30), recebe Botafogo, às 19h (horário de Brasília). Bem como, semana que vem, enfrenta o Flamengo, às 21h30 (horário de Brasília), na Neo Química Arena.

Foto destaque: Reprodução / Corinthians

Compartilhe como seus amigos:

Outras publicações de seu time: