Cássio vê Corinthians “cascudo” e elege melhor time do momento

Compartilhe com seus amigos:

Cássio vê Corinthians "cascudo" e elege melhor time do momento

Cássio, goleiro e ídolo do Corinthians, foi o entrevistado do “Bem, Amigos!“, do Sportv, da última segunda-feira (26). Logo no começo do programa, o arqueiro antecipou que deve estar presente na partida o Atlético-GO, nesta quarta-feira (27), nas quartas de final da Copa do Brasil.

“A tendência é que sim (vou jogar). Vamos estar, vamos estar (preparados)”, revelou o goleiro.

O confronto contra o Atlético-GO marcará o 603º jogo de Cássio com a camisa do Corinthians. Como resultado, o goleiro se isolará como 1º goleiro e 3º jogador com mais partidas na história do clube. Ainda assim, o duelo marcará o início de uma sequência complicada para o time de Vítor Pereira.

“Vai ser puxado. Estou confiante. Não tem como não estar. Estamos em uma situação boa. O elenco está mais cascudo, tem um banco de reservas bom, tem dois times na minha opinião. Mas pezinhos no chão”, disse Cássio.

Apesar da sequência pesada entre Copa do Brasil e Libertadores, camisa 12 destacou o trabalho de Vítor Pereira no CorinthiansCássio falou sobre o rodízio feito e o crescimento dos jogadores da base.

“Ele (Vítor Pereira) é muito bom e tem uma equipe muito boa. A comissão é muito importante. Esses caras estão muito a par de tudo o que acontece. É um treinador que conseguiu resultados, estamos nas quartas da Copa do Brasil e Libertadores e em segundo no Brasileiro. Poucos acreditavam. O professor tem feito a equipe evoluir. Você vê os miúdos evoluindo. É uma fase de maturação que já passaram, hoje vejo eles muito bem. O Du é um dos melhores jogadores nossos hoje. O treinador conseguiu se fazer entender.”

“Quando ele chegou teve a situação do revezamento, algo que não estamos acostumados. Mas o revezamento preparou os jogadores para aquele momento, jovens que ganharam minutos, isso nos ajudou naquele jogo (contra o Boca)”, completou.

Por fim, Cássio falou sobre a possibilidade de continuar vivo nas três competições (Libertadores, Copa do Brasil e Brasileirão), sobre o equilíbrio da Série A e também do estilo de jogo de seu time. Além disso, elegeu o Fluminense, de Fernando Diniz, como a equipe com melhor futebol da atualidade.

“Eu vou ser bem honesto. Desde que eu cheguei, (o Corinthians) sempre foi assim. Organizado defensivamente e cirúrgico, quando tiver a oportunidade, conseguir fazer. Os times tinham receio de sair perdendo, porque seria difícil de virar. Sempre foi isso. Hoje em dia, evoluiu, né? De repente, ganhar de 1 a 0 já não serve no Corinthians.”

“Está muito difícil. É difícil ver equipes despontando, vitórias largas. A maioria é 1 a 0, 2 a 0. O Fluminense vem jogando o melhor futebol, na minha opinião. Mas no final das contas, quando você conquista um título, você esquece se ganhou dez partidas por 1 a 0.

“O Palmeiras pega o Atlético-MG na Libertadores, um deles vai sair e vai focar só no Brasileiro”, finalizou.

Leia mais:
+ Fábio Santos destaca competitividade do Corinthians: “Uma das mais vencedoras”
+ Corinthians e Argentino Juniors acertam transferência de Vera; veja detalhes
+ Corinthians e Caixa assinam novo acordo para pagamento da Arena

Foto destaque: Reprodução / Sportv

Compartilhe como seus amigos:

Outras publicações de seu time: