Vítor Pereira elogia postura do Corinthians após eliminação: “Fizemos um bom jogo”

Compartilhe com seus amigos:

Vítor Pereira elogia postura do Corinthians após eliminação: "Fizemos um bom jogo"

O técnico do Corinthians, obviamente, lamentou a eliminação para o Flamengo na última terça-feira (9), pelas quartas de final da Copa Libertadores, mas não deixou de elogiar a sua equipe pelo desempenho no jogo de volta.

“O jogo foi competitivo, discutimos metro a metro, olhos nos olhos até o gol deles. Fizemos um bom jogo, pressionamos de forma organizada, ligando corredores, criamos problemas, faltou definição no último terço. Isso até o gol. No gol, evidentemente, com a desvantagem tão grande…”, analisou Vítor Pereira.

“Onde a eliminatória se resolveu foi na segunda parte no nosso estádio. Depois do gol e da expulsão, evidentemente, seria quase impossível reverter a situação. Aqui uma mão na bola deu expulsão, em nossa casa tivemos no primeiro gol deles mão na bola e não deu nada, deu gol contra nós. O que quero realçar é que fizemos, na minha opinião – e eu respeito a opinião de toda a gente – no nosso melhor período, na segunda parte, sofremos o gol. Eles definiram, fizeram o gol, e aí sim nos desorganizamos”, completou o técnico.

O português ainda parabenizou o Corinthians, que há muito tempo não chegava tão longe no torneio. Essa é a melhor campanha desde 2012, quando foi campeão invicto, vencendo o Boca Juniors na final.

“Há quanto tempo o Corinthians não chegava nessa fase? Quantos jogadores o Corinthians teve fora nessa Libertadores? Dez jogadores. Chegou até aqui, foi eliminado por quem? Pelo Flamengo. Que tem um elenco…”, afirmou.

Vítor Pereira durante Flamengo x Corinthians — Foto destaque: Divulgação / Rodrigo Coca / Corinthians
Vítor Pereira durante Flamengo x Corinthians — Foto destaque: Divulgação / Rodrigo Coca / Corinthians

Sobre a estratégia usada para encarar o Flamengo no Maracanã, VP disse.

“Fizemos as coisas para arriscar no momento certo e tentar ganhar o jogo. Pena que levamos o gol. Não acredito que ele estivesse fresco, com capacidade neste jogo. Os laterais foram à exaustão os dois que jogaram no último jogo. Quais são os outros medalhões? Às vezes não entendo os jogadores que falam que eu deveria ter no jogo. Giuliano? Ele tem jogado os jogos todos. Quando joga é criticado, quando não joga deveria estar dentro. Quando se perde, todo mundo tem razão, menos o treinador”, revelou.

Por fim, o técnico do Corinthians defendeu seu trabalho, mesmo com o fim do sonho de chegar à uma final de Libertadores.

“Nosso trabalho é competente, rigoroso. Se temos que fazer gestão é porque sentimos que o jogador não está em condição de estar em seu melhor nível no jogo. Estou orgulhoso do que minha equipe fez, estrategicamente bem trabalhado até o gol deles. Depois do gol há uma quebra, uma determinada desorganização. Até aí estávamos a provocar erros no Flamengo”, finalizou.

Após a eliminação, o Corinthians retoma suas atenções para o Brasileirão e Copa do Brasil. No sábado (13), a equipe recebe o Palmeiras, às 19h (horário de Brasília), e na quarta-feira (17), às 21h30 (horário de Brasília), recebe o Atlético-GO, mas pela Copa do Brasil. O Timão precisa vencer por três gol de diferença para passar direto ou marcar dois para levar a decisão para os pênaltis.

Leia mais: 

+ Veja os melhores momentos de Flamengo x Corinthians

Foto destaque: Divulgação / Jorge Rodrigues / AGIF

Compartilhe como seus amigos:

Outras publicações de seu time: