Cruzeiro tem mudança no uniforme para 2023

Compartilhe com seus amigos:

Cruzeiro tem mudança no uniforme para 2023

O Cruzeiro terá uniforme com estrelas soltas novamente para a temporada de 2023. Além disso, o time também contará com mais um kit para a temporada de 2022, que será lançado em agosto. De acordo com o diretor de negócios da raposa, Lênin Franco.

“Na realidade, a gente já está discutindo o uniforme de 2024. O uniforme de 2023 já volta a ter as estrelas soltas, vou dar esse spoiler. É para o início do ano que vem”, citou Lênin no podcast.

Agora, sobre o terceiro uniforme do Cabuloso para a temporada 2022 é estipulado que o lançamento seja junto com o dia dos pais.

“Vai ter camisa 3, mas não posso dar outros ‘spoilers’. A gente quer muito (o lançamento) para agosto, estamos tentando ajustar o calendário”, completou o diretor de negócios.

Acima de tudo, as duas principais camisas do Cruzeiro lançadas para o primeiro turno trazem o primeiro escudo, lançado após a transição de Palestra Itália para o nome atual. Isto ocorreu em 1942.

 

Pela primeira vez na história Cruzeiro e Atlético tem a mesma fornecedora de material esportivo

A saber, a Adidas assinou contrato com o Atlético Mineiro para fornecer materiais até o ano de 2025. Como a empresa alemã está com o Cruzeiro desde 2020, é a primeira vez na história em que as duas principais equipes de Minas terão o mesmo patrocínio. O lançamento da camisa do Galo aconteceu na sexta-feira (1),e alguns torcedores já reclamam sobre a similaridade com as cores das camisas de goleiros. Ambas são laranjas.

Contudo, não é a primeira vez que as equipes assinam com a marca, apenas o momento é um marco novo. Então, o time celeste já teve contrato com a Adidas durante os anos de 1987 à 1989. Anteriormente, o time de minas com acordo junto à marca era justamente o ATL-MG, que permaneceu com as três listras características da fornecedora de 1983 à 1985.

A Adidas sucede a marca francesa Le Coq Sportif, e inicialmente estará com o time do Galo até 2025. Caso a parceria dê certo, nada impede que renovem contrato para estender o contrato por mais anos. Assim como os alemães também receberam o bastão da Umbro, do lado do Cruzeiro.

Marcas que patrocinaram as equipes

Nesse sentido, mesmo com o mesmo patrocinador atualmente, as duas marcas mesmo nunca tendo compartilhado fornecedoras, já assinaram com as mesmas marcas múltiplas vezes. Penalty, Puma, a própria Umbro atual ex-fornecedora do Cabuloso e Topper.

Quais outras alterações na atual marca do Cruzeiro?

Novamente, Lênin Franco deu detalhes das novas vestimentas e identidade que os atuais mascotes Raposa e Raposinho terão. Quando questionado sobre quando ocorrerá esta transição, o diretor de negócios ainda analisa as fases que uma repaginação passa.

“É difícil cravar data porque a mudança não é meramente um desenho. Eu preciso estar tecnicamente pronto. A modernização passa por uma infinidade de detalhes. Na hora que a gente vai redesenhar eles, e não é a gente, vamos trazer alguém especializado nesse aspecto para o departamento”, citou Lênin.

Como o Cruzeiro é uma Sociedade Anônima de Futebol, ou seja uma empresa, todas ambuiguidade comercial dos macotes terão de ser exploradas antes de terem uma reformulação concreta.

“Se eu quisesse fazer de qualquer jeito, para inglês ver, dá pra fazer, mas a ideia, e aí a grande vantagem de ser SAF é que não trabalho com tempo de mandato, a gente trabalha com estruturação. A gente tem tempo de fazer um negócio que fique estruturado e que os processos fiquem na empresa. Isso é uma coisa importante”, completou.

Foto destaque: Divulgação/ Cruzeiro

Compartilhe como seus amigos:

Outras publicações de seu time: