Fred fala sobre próximos passos após aposentadoria

Compartilhe com seus amigos:

Fred fala sobre próximos passos após aposentadoria

O atacante Fred concedeu entrevista coletiva no sábado (9), após partida contra o Ceará, no Maracanã, que marcou sua aposentadoria dos gramados. Assim sendo, o ídolo contou que vai tirar uns dias de descanso. Mas também afirmou que vai iniciar curso de treinador no mês que vem

“Tenho o sonho de estar aqui de alguma forma. Não sei o que vai acontecer. Não vou abrir mão de adquirir o máximo de conhecimento possível. Já fiz o curso de gestão, vou fazer o de treinador em agosto. Vou me preparar da melhor maneira” disse Fred.

E completou afirmando que pretende seguir no Fluminense, sendo útil fora das quatro linhas:

“Não quero estar no Fluminense pela história como jogador apenas. Gostaria de estar aqui para ser útil de alguma forma. Sei que tenho algumas qualidades, alguns defeitos, mas posso ajudar de alguma forma. Eu acho que vou tirar um tempo, mas não sei o que o Fluminense vai fazer na minha vida”.

Labirintite desde quando defendia o Atlético-MG

O atacante contou que, em 2017, quando jogava pelo Atlético-MG, começou a se sentir tonto. Assim, o Dr. Rodrigo Lasmar o afastou por uma semana e meia para fazer exames no cérebro. Mesmo que estivesse em boa fase naquela época.

“Estava me causando desequilíbrio, eu corria meio que tropeçava, enxergava duas bolas… Foi descartada lesão do cérebro. Depois eu fiz no ouvido, repararam que eu tinha labirintite. Fiquei tomando calmante, algumas coisas para labirintite. Fiquei dois anos e meio assim e voltei para o Fluminense em 2020”.

Em seguida, contou que, em sua reestreia pelo Fluminense, acabou furando uma bola por não enxergar direito. Dessa maneira, resolveu procurar um médico. Ao passo que foi encaminhado para a Dra. Andrea Zin, quando realizou a cirurgia no olho. Inclusive, Fred ficou bem pós a operação e disputou vários jogos pelo Fluminense. Mas o problema voltou. Assim sendo, optou por parar de jogar futebol.

“Voltei na doutora e está grau três. Ela falou: “Fred, qual a sua programação? Porque para a vida normal você vive bem. O problema é movimento brusco, tomar encontrão, girar”… Eu optei por não operar, porque não é operatório, e falei que ia confirmar minha aposentadoria. Mas coincidiu com a chegada do Diniz. Ele fez de tudo para eu permanecer, mas reuni todo mundo e abri o jogo. Falei que ia parar, me afastei por 25 dias, precisava desse repouso para ver se ia voltar ao normal ou não, e realmente não voltou”.

Fred quer descanso e férias com a família após aposentadoria

Mesmo que tenha afirmado que vai seguir no Fluminense, Fred pediu um tempo de descanso após a aposentadoria nos campos. Assim sendo, vai aproveitar o tempo com a família. Bem como realizar atividades como buscar os filhos na escola. E, posteriormente, vai “aguardar a convocação” do clube para seu retorno.

“Agora vai ser curtir a família, meus filhos, minha esposa. Quero ir para a roça um pouco com o meu pai. É o sonho que eu tenho para realizar. Depois, vou aguardar a convocação do Fluminense, ver para que eles vão me convocar. Vou estar sempre disponível, mas quero curtir a família nesse primeiro momento. Saí de casa com nove anos, a correria foi muito grande. Quero voltar a ser moleque agora. Responsabilidade, só de levar e buscar meus filhos na escola”.

Homenagens da torcida e mosaico nas arquibancadas

Por fim, Fred agradeceu ao apoio da torcida durante todo o tempo que esteve no Fluminense. Bem como afirmou que nunca se imaginou sendo desenho de mosaico. A saber, o mosaico destacou o gol de voleio contra o Flamengo, marcado em 2012. Inclusive, o ídolo o elegeu como o mais importante de sua carreira. Bem como revelou que vai ser sua marca a partir de agora.

“Nunca me imaginei sendo um desenho de mosaico. Também não sabia que ficaria tão bonito. Com toda humildade, foi a festa mais linda de todas. Nós nunca mais veremos o que aconteceu aqui. A torcida do Fluminense tem o dom de fazer surpresas agradáveis, festas bonitas… É a torcida mais charmosa, que mais ama e trata bem no Brasil. Mais uma vez, conseguiu demonstrar todo esse amor. Eu sou eternamente grato. A festa ficou maravilhosa e, com certeza, vai rodar o mundo, o que é bom para todos, inclusive para o futebol brasileiro. Vivi, sem sombra de dúvida, o dia mais emocionante da minha vida como atleta” encerrou Fred.

Foto destaque: Divulgação / Fluminense

Compartilhe como seus amigos:

Outras publicações de seu time: