Palmeiras vence o Ceará no Castelão

Compartilhe com seus amigos:

Palmeiras vence o Ceará no Castelão

Em primeiro lugar, na tarde deste sábado (30), o duelo Ceará x Palmeiras  aconteceu pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Assim, o Alviverde se manteve na liderança do campeonato com 42 pontos, após vencer o Vozão por 2 x 1, na Arena Castelão. O gol foi marcado pelo lado do Alviverde por Dudu e José López. Por sua vez, o gol do Ceará foi marcado por Mendoza, em um pênalti polêmico.

A saber, o Palmeiras soma sete partidas de invencibilidade na temporada, sendo quatro vitórias seguidas no Brasileirão.

Confira os melhores lances de Ceará x Palmeiras

1º tempo: Jogando no Castelão, o Palmeiras foi melhor

De fato, o início da partida foi de muita intensidade, pelo lado do Alviverde. Sendo assim, atropelou o Vozão no Castelão.

Assim, a primeira grande oportunidade veio aos 7 minutos, após troca de passes entre Raphael Veiga e Dudu, que partiu para cima da marcação. O camisa 7 do Palmeiras invadiu a área, mas chutou rasteiro e João Ricardo fez boa defesa.

Em seguida, aos 23 minutos, Danilo recebeu a bola no meio e levantou para a área do Ceará. Assim, “Flaco” López subiu mais do que o zagueiro, cabeceou e a bola passou perto do gol.

Aos 30 minutos, Gustavo Scarpa recebeu a bola de Dudu, que cortou para a perna direita e chutou. Porém, João Ricardo espalmou e, no rebote, Dudu só teve o trabalho de empurrar para o fundo do gol, dessa forma o Palmeiras abriu o placar.

A saber, Dudu não marcava desde o dia 12 de junho, na vitória palmeirense contra o Coritiba, no Couto Pereira.

O segundo gol do Palmeiras veio aos 45 minutos, novamente com participação de Scarpa, que recebeu a bola pelo meio e encontrou bom passe para López. O atacante ficou sozinho com João Ricardo e marcou o gol.

Em suma, em seu 3º jogo com a camisa do Palmeiras, José López marcou seu primeiro gol pelo Verdão. Nesse sentido, Scarpa fez sua 48ª assistência pelo clube, a 12ª no ano e a 8ª no Brasileirão.

Por fim, a equipe cearense praticamente não levou perigo ao gol do goleiro Weverton. Além disso, os donos da casa tiveram dificuldade para reagir diante de uma defesa muito bem posicionada do time alviverde. Em síntese, o Ceará reclamou de um pênalti de Gustavo Gómez em Mendoza, aos 48. No entanto, Anderson Daronco sequer foi chamado ao VAR.

Estatísticas do 1º tempo

Ceará x Palmeiras

  • Passe de bola – 47% x 53%
  • Finalizações – 6 x 7
  • Escanteios – 2 x 3
  • Faltas cometidas – 5 x 4
  • Precisão dos passes – 81% x 82%
  • Desarmes – 6 x 13

“Primeiro tempo abaixo do que podemos apresentar. Temos pecado um pouco e pela qualidade do adversário, eles foram felizes e fizeram dois gols. A gente tem que melhorar. É difícil falar de arbitragem, às vezes o Daronco dá falta para o lado deles e para a gente… A gente não entende o critério da arbitragem. Na minha visão, pênalti claro no Mendonza, o Gómez deixa de disputar a bola para ir no corpo do adversário. Da mesma forma que fiz no canto, é fala lá, é falta aqui. Vamos ver o que o professor vai passar para a gente no intervalo e pelo menos buscar o empate”, comentou o volante Richardson.

“O time fez um bom primeiro tempo, marcamos bem, conseguimos aproveitar as oportunidades, que tivemos para fazer os gols. Agora tem o segundo tempo para confirmar a vitória e somar três pontos aqui. Foi contra o Coritiba o último, né? Tinha muito tempo que eu não fazia um gol. É continuar nessa pegada, nessa boa marcação para confirmar a vitória”, disse o atacante Dudu.

2º tempo: Vozão desconta em pênalti polêmico

Na volta do intervalo, a primeira grande oportunidade foi do Palmeiras, aos 3 minutos, após Scarpa fazer o passe para Dudu, que dominou e carregou a bola. No entanto, em dividida com Richardson, Dudu caiu e ficou pedindo pênalti. Assim, o VAR analisou a situação e expulsou o jogador do Ceará. O jogo, assim, passou de vez para as mãos do Verdão

Logo em seguida, foi a vez do Scarpa tirar tinta do travessão. Assim, o meia fez tabela com López na entrada da área e arriscou o chute. Na sequência, de voleio, o camisa 14 chutou, mas a bola foi para fora.

Aos 13 minutos, Dudu troca passes com Veiga, que dominou e soltou a bomba, mas João Ricardo fez uma ótima defesa e colocou para escanteio.

Aos 23, em boa jogada do Ceará, Diego recebeu pelo meio, ajeitou para a perna esquerda e soltou a bomba, mas Weverton se esticou e colocou para escanteio.

A saber, com um jogador a mais, o Palmeiras praticamente administrou a vantagem e não sofreu tantos ataques do Ceará. Porém, aos 32 minutos, após cobrança de falta, Vina pegou o rebote dentro da área, driblou Danilo e caiu na área após choque com o volante, o árbitro marcou pênalti. Por sua vez, Mendoza bateu o pênalti forte no meio do gol e descontou para o Vozão.

A saber, esse é o 21º gol do atacante em 81 jogos pelo Vozão, o 4º de pênalti. Dessa forma, o artilheiro disparado do time cearense no ano, Mendoza chegou a 17 gols em 2022.

Em síntese, Weverton, aos 36, errou domínio na área e quase perdeu a bola para Vásquez. Mas faltou força ao time da casa. Bem posicionado, o Palmeiras soube resistir.

“Muito difícil falar quando a gente tem uma derrota. Nosso time começou equilibrando bem a partida. Equipe boa, equipe de nível. Tivemos dois detalhes e pagamos os detalhes. Temos que corrigir, claro que o segundo tempo começamos de outra forma, querendo alguma coisa. Infelizmente acabamos perdendo um jogador, o que fica mais difícil. Agora temos que descansar e trabalhar os pequenos detalhes para a próxima partida que também é muito importante”, comentou o meia Diego Rigonato.

“É importante para a equipe que quer ser campeã brasileira, conseguir bons resultados fora de casa. Não podemos nos contentar com empates, ainda mais vestindo a camisa do Palmeiras. Então buscamos a vitória desde o começo e fomos coroados com bom resultado. Sobre o lance do pênalti: da minha visão dentro do campo, não foi pênalti. O Daronco disse que rapidamente confirmaram o pênalti para ele. Perguntei para nosso assessor e falaram na transmissão que não foi pênalti. É estranho. Ainda bem que fizemos um resultado que não precisamos depender da arbitragem. Não quero falar mal de ninguém. O Daronco é um excelente árbitro, um trio muito bom. Mas se não foi pênalti, é estranho. A gente já vem de um negócio meio esquisito contra o São Paulo. Mas é o que costumo dizer: a gente tem que fazer muito para que no final a gente não precise de acertos de arbitragem ou coisa do tipo”, comentou o meia Gustavo Scarpa.

Próximos jogos – Ceará x Palmeiras

Em suma, os dois times voltam a campo na quarta-feira (3) por competições internacionais.

Assim, o Ceará visita o São Paulo, às 19h15 (horário de Brasília), no Morumbi, pelas quartas de final da Copa Sul-Americana. O Palmeiras visita o Atlético-MG, às 21h30 (horário de Brasília), no Mineirão, pelas quartas da Copa Libertadores.

Foto destaque: Divulgação/Cesar Greco/Palmeiras

Compartilhe como seus amigos:

Outras publicações de seu time:

Palmeiras x Santos
Notícias Palmeiras
Carolina Castro

Com um a menos, Palmeiras vence do Santos

Neste domingo (18), aconteceu o confronto entre Palmeiras x Santos no Allianz Parque pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em suma, o Palmeiras ganha do Santos e confirma favoritismo para levar

Leia mais »