Santos vence clássico contra o São Paulo e tem lucro de R$ 131 mil

Compartilhe com seus amigos:

Santos vence clássico contra o São Paulo

A vitória do Santos contra o São Paulo neste último domingo, não foi apenas dentro do gramado. No mesmo sentido, segundo Boletim Financeiro divulgado pela CBF, o Peixe teve um lucro se R$ 131 mil. Portanto, Santos vence clássico contra o São Paulo e se aproxima do G6.

Santos vence clássico o São Paulo e tem lucro de R$ 131 mil

Em partida válida pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro, teve um dos clássicos mais famoso do Brasil, San-São. Nesse sentido, o Santos derrotou o rival paulista por 1 x 0 dentro da Vila Belmiro, com gol de Lucas Braga.

Nesse sentido, o jogo foi marcado também pela reestreia do meia-atacante Soteldo, que deu assistência para o único gol da partida. Com isso, o Santos somou três pontos, foi para 33, e subiu na tabela em 8° lugar, com três de diferença para o 6° colocado, o Internacional.

Portanto, sendo um dos maiores clássicos do estado de São Paulo, San-São rendeu para o dono da Vila Belmiro ao todo de R$ 419.917,50, tendo uma despesa da partida de R$ 206.171,28 e dedução de R$ 82.260,00. Ou seja, ainda teve um lucro para o Alvinegro Praiano em torno de R$ 131.486,22. Do mesmo modo, em torno de 12.598 pessoas puderam presenciar a vitória do Peixe. Vale lembrar, que teve apenas torcedores santistas conforme regulamento da Federação Paulista de Futebol.

Por quê teve torcida única no jogo?

Em primeiro lugar, a regra da torcida única em clássicos que envolvem Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo foi decidida após uma partida entre Palmeiras X Corinthians, em 2016. Antes do início do jogo, uma pessoa foi morta em São Miguel Paulista, zona leste da capital, durante uma briga entre palmeirenses e corintianos.

Sendo assim, no dia seguinte, o Ministério Público solicitou à FPF – Federação Paulista de Futebol, organizadora da competição estadual, que determinasse que clássicos paulistas ocorressem somente com a presença de uma única torcida nos estádios. Ou seja, os torcedores do time dono da casa.

No Brasileirão Série A 2022, tiveram determinação para 10 jogos ter a torcida única. Foram determinados para a partida entre Flamengo x Palmeiras, por uma decisão do STJ; os clássicos paulistas, que já é uma determinação tradicional do estado; os clássicos goiano e paranaense e a partida entre Juventude e Athletico-PR, em Caxias do Sul-RS.

Nesse sentido, um dos apoiadores para estabelecer essa regra em todos os jogos do Brasil é o presidente do Athletico-PR.

“A gente briga muito porque a preocupação é com a violência dentro de campo ou fora dele, nas proximidades. Tivemos casos seríssimos, 20 jogos punidos. Nós brigamos pela torcida única. Não tem mais condições. É um custo absurdo na sociedade, um custo absurdo nos clubes — destacou Mario Celso Petraglia, que até propôs liberar bandeirões e adereços à organizada do clube na Arena da Baixada se eles parassem de viajar para ver o time fora de Curitiba. — Acho que haverá a torcida única muito rapidamente para o Brasil todo.”

Foto destaque: Ivan Storti/SantosFC

Compartilhe como seus amigos:

Outras publicações de seu time:

Guilherme Camacho pelo Santos
Notícias Santos
Carolina Castro

Camacho elogia Orlando Ribeiro no comando do Santos

Depois de quatro jogos sem vencer no Brasileirão, o Santos conquistou a 9ª vitória no campeonato diante do Athletico-PR, em partida válida pela 28ª rodada. Dessa forma, Guilherme Camacho avaliou as duas

Leia mais »
Palmeiras x Santos
Notícias Palmeiras
Carolina Castro

Com um a menos, Palmeiras vence do Santos

Neste domingo (18), aconteceu o confronto entre Palmeiras x Santos no Allianz Parque pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em suma, o Palmeiras ganha do Santos e confirma favoritismo para levar

Leia mais »