Calleri acredita em virada do São Paulo: “Precisamos de muito mais”

Compartilhe com seus amigos:

Calleri acredita em virada do São Paulo: “Precisamos de muito mais”

Na noite desta quarta-feira (24), o São Paulo foi derrotado pelo Flamengo atuando no estádio do Morumbi, para mais de 51 mil torcedores, por 3 a 1. A equipe comandada por Rogério Ceni teve um bom volume de jogo, mas pecou nas finalizações. Assim, um dos maiores destaques ofensivos da equipe paulista, Calleri se mostrou bem chateado com o resultado negativo.

“Tristeza, decepção. Tínhamos muita ilusão por essa Copa do Brasil. Aqui no Morumbi somos muito fortes, mas hoje pegamos um time muito qualificado. Se não igualássemos eles na intensidade, era muito difícil igualá-los na técnica. Eles fizeram um baita primeiro tempo, no segundo tempo acho que jogamos muito melhor. Não sei se algum time levou o Flamengo para área como levamos hoje. Mas, futebol é feito de gols. Hoje fizemos um bom jogo, mas precisamos de muito mais para ganhar a Copa do Brasil”, disse Calleri à TV Globo.

Logo depois, o atacante analisou como foi a partida. Então, acredita que seu time teve boas chances de conseguir sair com o resultado positivo, mas não conseguiu marcar. Além disso, elogiou a qualidade do Flamengo, que em quatro chutes, marcou três gols. Todavia, acredita que o Tricolor Paulista precisa melhorar.

“Claro que é possível. Como jogamos no segundo tempo, tivemos chances de fazer gols, no primeiro tempo tivemos uma bola na trave. Eles chegaram quatro vezes e fizeram três gols. Aí está a qualidade deles. Precisamos encaixar um pouco melhor a marcação e jogar do jeito que jogamos no segundo tempo. Flamengo ganhou muito bem hoje”, concluiu.

Ceni acredita que derrota do São Paulo foi injusta

Como resultado, a equipe paulista criou muitas chances, mas não conseguiu convertê-las em gols. Logo depois da partida, o técnico Rogério Ceni acredita que o placar foi injusto.

– O resultado não reflete o que foi o jogo. O São Paulo foi muito bem, muito superior contra um time muito bom. O Flamengo é preciso, tem poucas finalizações e transforma em gols. Hoje o que nós jogamos, da maneira que jogamos, no começo do jogo talvez muito atrás. No segundo tempo com duas sobras e ficamos cinco contra três e ocasionou uma posse de bola para eles – analisou.

O Flamengo terminou a partida com 47% de posse de bola, mas para o treinador, foi mais na fase defensiva, do que ofensiva. Além disso, explicou as mexidas táticas que fez para o segundo tempo, principalmente pelo lado direito, que ficou mais forte em relação a primeira etapa.

– A posse de bola deles foi no campo de defesa. No segundo tempo adiantamos o Rafinha e o Igor Vinicius e roubamos mais bola, chegamos mais perto do gol. O Flamengo é certeiro. O torcedor pode se orgulhar do que fez. Acho que o resultado é injusto e não é realista – completou Ceni.

Em seguida, o comandante reclamou do alto valor dos ingressos. Para essa partida, a diretoria criou um segundo lote de bilhete para sócios, mas sem desconto permitido. Além disso, o setor popular, que normalmente é cobrado a 20$, teve um reajuste de mais de 300%.

– Erramos a mão. Ingresso foi caro, torcedor sempre acompanhou a gente. Erramos, caro demais. Talvez tenhamos a chance de corrigir para a Sul-Americana– falou o técnico.

Compartilhe como seus amigos:

Outras publicações de seu time: