Ceni comenta saída de Patryck Lanza aos 30 minutos de jogo

Compartilhe com seus amigos:

Ceni comenta saída de Patryck Lanza aos 30 minutos de jogo

No empate contra o Fluminense, neste domingo (17), em 2 a 2, no Morumbi, o técnico Rogério Ceni mandou para campo um São Paulo com alguns reservas. Assim, o jovem lateral-esquerdo Patryck Lanza recebeu uma oportunidade entre os titulares, mas acabou saindo aos 30 minutos do primeiro tempo. Logo depois da partida, o comandante falou sobre a troca.

– O Welington nem tinha que jogar hoje, ele fez três jogos em sete dias – afirmou o treinador, que explicou a decisão de tirar Patryck de campo com menos de 30 minutos.

– Naquele momento do jogo, a gente precisava de alguém mais ofensivo pelo lado. Eu já estava pensando em fazer a substituição no intervalo. Se o Jandrei não fosse sair, eu o deixaria até o intervalo, mesmo com alguns ajustes. Tinha hora que era para esperar na linha de quatro, ele adiantava. Mas isso não é culpa dele, é culpa do pouco tempo que temos para preparar um time.

– O Patryck não tem que ficar triste, tem que ficar feliz. Na idade dele, chegar ao profissional, ter seus primeiro 30 minutos de jogo… e terá outros – completou Ceni.

Ceni sobre possível impedimento de Calleri no Choque-Rei

– Até agora, ninguém traçou a linha. Todo mundo só falou, mas (a CBF) poderia ter traçado a linha para a gente saber. Visualmente, contra o Ceará eu achava que o jogador (Mendoza) estava (impedido). A linha traçou, e acharam um jeito e não deram impedimento.

– Mesmo que atrasado, poderia traçar a linha para a gente ter certeza do que aconteceu. Se foi engano, esquecimento ou se estava em condições. Importante, mesmo que tarde, esclarecer sempre – afirmou Ceni.

Detalhamento do duelo de São Paulo x Ceará foi divulgado

  • Ida: São Paulo x Ceará, dia 03/08 (quarta-feira), às 19h15, no Morumbi.
  • Volta: Ceará x São Paulo, dia 10/08 (quarta-feira), às 19h15, na Arena Castelão.

Leia mais sobre o São Paulo:

Patrick fala sobre empate contra o Fluminense

O volante Patrick anotou o segundo gol tricolor e teve uma ótima oportunidade de fazer o terceiro, mas chutou cruzado para fora. O atleta foi eleito o melhor jogador do duelo em votação da detentora de transmissão. Logo depois da partida, o camisa 88 comentou o lance perdido e falou sobre o desgaste físico do time.

– Acho que um pouco a mais, eu conseguia o capricho para cruzar para o Calleri. É trabalho. A gente está trabalhando, se dedicando, para aguentar o máximo fisicamente possível para essa temporada que é muito difícil, muitos jogos, sequência grande – iniciou o volante.

– Tivemos um jogo muito intenso no meio de semana (contra o Palmeiras), hoje enfrentamos o Fluminense, que é um time que te obriga a usar o físico, te obriga a correr para recuperar a bola, tem qualidade para trabalhar. Vieram (torcedores) para nos saudar pelo jogo de quinta-feira, que não podiam estar presente e para nos dar força no jogo de hoje – disse.

– Saímos atrás, revertemos o placar, só que infelizmente em um lance de bola parada tomamos o gol. Sofremos um pouco com a posse de bola deles, talvez isso tenha dificultado um pouco a partida. É levantar a cabeça, lamentar pelo empate, mas continuar trabalhando porque o campeonato é longe e nós temos um objetivo dentro dele – completou.

São Paulo fatura alto com classificações

Na Sul-Americana, São Paulo já faturou 2 milhões de dólares (R$ 10,5 milhões) e pode chegar a 7,8 milhões de dólares (R$ 41 mi), caso seja campeão. Na Copa do Brasil, Tricolor já arrecadou R$ 7,67 milhões e, ao eliminar o Palmeiras, recebeu mais R$ 3,9 mi.

Compartilhe como seus amigos:

Outras publicações de seu time: