Ceni minimiza expulsão de Miranda e fala sobre possibilidades de título da Copa do Brasil

Compartilhe com seus amigos:

Ceni minimiza expulsão de Miranda e fala sobre possibilidades de título da Copa do Brasil

Nesta quinta-feira (18), o São Paulo sofreu até o último instante, mas conseguiu a classificação para as semifinais da Copa do Brasil. Como resultado, a equipe tricolor ficou n empate em 2 a 2 contra o América-MG e por ter vencido o primeiro duelo por 1 a 0, está classificado.

Então, Rogério Ceni chega às semifinais da competição e pode conquistar um título que jamais conquistou atuando como jogador em 25 anos de carreira vestindo as cores do São Paulo. Assim, para o comandante, seria um sonho vencer o torneio, título que ainda falta na galeria de troféus do Tricolor Paulista.

– Ganhar a Copa do Brasil em um clube que trabalhei a vida toda e não ganhei seria fantástico. Obsessão é o próximo jogo. Vamos ver quem é o melhor time para tentar ganhar domingo (do Santos). Temos a amizade de todos, união que é o que pode fazer a gente passar do Flamengo (na Copa do Brasil) e do Atlético-GO (na Copa Sul-Americana).

O Tricolor Paulista chegou a abrir o 2 a 0 ainda no primeiro tempo, com dois gols marcados por Luciano. Mas ainda na primeira etapa, o árbitro foi chamado para ver um possível pênalti de Reinaldo, e ao consultar o vídeo, viu a penalidade convertida por Welington Paulista.

Expulsão de Miranda

Logo depois, na segunda etapa, a arbitragem no campo, decidiu que o zagueiro Miranda merecia o segundo cartão amarelo e consequentemente, a expulsão, por falta em Everaldo. Com isso, o time de Ceni teve que ficar com um a menos por mais de 30 minutos. O treinador minimizou o lance.

– Não vejo que foi um jogador que colocaria algo por água abaixo. Eu não vi de onde eu estava se ele tocou no jogador. O que mais destaco são os outros que estavam em campo. Abaixar as linhas com um a menos é natural. A gente tentou se manter em campo, só que começou a dobrar os lados e passamos a jogar no 4-4-1, e o Calleri estava pendurado e era um risco. O Nikão sustenta bem daquele lado. Mudamos para deixar um time mais experiente. Acho que fizemos o que era possível ser feito, mas confesso que nos primeiros 30 minutos de jogo pensei que se apresentaria um jogo melhor no final. Em determinado momento paramos de jogar, mandamos bola pelo alto e saímos pressionado.

Ademais, mesmo com a classificação para as semifinais, o comandante pregou cautela e acredita que as Copas são “ilusórias”. Assim, Ceni afirmou que o elenco precisa ter mais atenção no Campeonato Brasileiro. Para adquirir uma vaga para a próxima edição de Copa Libertadores da América via a competição de pontos corridos.

– No Brasileiro precisamos de pontos. As Copas são ilusórias, o Brasileiro vai até o dia 13 de novembro e temos que estar com uma vaga na pré-Libertadores. O pessoal fala que o trabalho é legal, mas não consegue o objetivo e já falam que o trabalho é ruim. A gente tem que estar ligado no Campeonato Brasileiro. Porque se der errado em alguma das duas tem que estar na Libertadores do ano que vem. Por renda e por tudo mais – completou o treinador.

Compartilhe como seus amigos:

Outras publicações de seu time: