Igor Gomes tem situação de renovação detalhada no São Paulo

Compartilhe com seus amigos:

Igor Gomes tem situação de renovação detalhada no São Paulo

O meio-campista Igor Gomes vive situação indefinida no São Paulo. O jogador revelado nas categorias de base do clube paulista tem contrato até março de 2023 e já poderá assinar um pré-contrato com qualquer outra equipe em outubro. Dessa maneira, em entrevista para o GE, o presidente Julio Casares esclareceu a situação do camisa 26.

– Eu sempre digo que a vontade de renovar com o atleta tem que caber na nossa condição orçamentária, (depende) da vontade do atleta, da instituição. O Igor (Gomes) tem uma proposta de renovação, estamos aguardando, esse momento ainda é muito nebuloso, de janela que fecha em setembro. É um jogador formado em Cotia, temos o maior respeito. Cumpre taticamente todas as determinações da comissão técnica. O São Paulo, dentro da sua limitação, e o torcedor têm que se acostumar com essa dinâmica de responsabilidade – disse Casares.

– Eu sempre digo que a vontade de renovar com o atleta tem que caber na nossa condição orçamentária, (depende) da vontade do atleta, da instituição. O Igor (Gomes) tem uma proposta de renovação, estamos aguardando, esse momento ainda é muito nebuloso, de janela que fecha em setembro. É um jogador formado em Cotia, temos o maior respeito. Cumpre taticamente todas as determinações da comissão técnica. O São Paulo, dentro da sua limitação, e o torcedor têm que se acostumar com essa dinâmica de responsabilidade. Num primeiro momento, o Calleri tinha uma grande torcida para que viesse. Conversamos com ele, as coisas estavam distantes, depois de três meses ele voltou em outra condição.

Aumento?

Durante as últimas semanas, circularam algumas informações de que o jogador estaria pedindo um aumento salarial muito acima do que o São Paulo está disposto a ofertar. Dessa maneira, o presidente relembrou o caso do zagueiro Arboleda, que se tornou uma pequena novela para a renovação.

– A mesma coisa na renovação do Arboleda, dando exemplos de investimentos pesados. Com o Igor, é a mesma coisa, vamos até o limite da nossa condição. Queremos a renovação, sinto que o atleta também deseja, mas tem uma questão de mercado. Estamos com calma, não estamos precipitados, não trabalhamos com a pressão do relógio. Veja o caso do Marquinhos: ele foi para o Arsenal, não queria ficar, tinha proposta de renovação, queria realizar o sonho de jogar em um clube de ponta como o Arsenal, e no fim conseguimos fazer uma operação em que, mesmo noticiado que poderíamos não ter receitas, conseguimos uma importante receita. Tem causas que são urgentes, mas a pressa não pode atropelar uma boa decisão.

São Paulo ainda deve atletas

O São Paulo ainda deve alguns jogadores os direitos de imagem e ainda valores referentes ao período da pandemia do novo coronavírus, onde os jogadores aceitaram receber menos na oportunidade, com a promessa do pagamento ser feito futuramente. Em suma, Casares projetou quais as cifras.

– Acho que tem um tamanho um pouco maior. Vai passando o tempo, você acumula outras coisas. Temos questões ligadas ao futebol também, como agentes. Compromissos, como algumas luvas que foram pagas parcialmente. Temos um quadro que eu não saberia dizer se está entre R$ 10 milhões, R$ 12 milhões, mas é mais ou menos isso.

Compartilhe como seus amigos:

Outras publicações de seu time: