Rogério Ceni revela conversa com Luciano antes de fase ”artilheira”

Compartilhe com seus amigos:

Rogério Ceni revela conversa com Luciano antes de fase ''artilheira''

Neste domingo (3), o São Paulo venceu o Atlético-GO, por 2 a 1, com dois gols marcados por Luciano. Então, logo após a partida, Rogério Ceni concedeu entrevista coletiva. 

Em primeiro lugar, o comandante falou sobre a vitória e a importância dela. Logo depois, lamentou os desfalques. Em suma, Diego Costa, Léo, Nestor, Luciano e Gabriel Neves. Neste domingo (3), os atletas receberam o terceiro cartão amarelo e não estarão presentes contra o Atlético-MG.

“Hoje a vitória era primordial para gente, a gente arriscou mais do que o normal fisicamente até com os jogadores, era um jogo decisivo para nossas pretensões e para nossas colocações, a gente ficaria em colocação muito ruim no campeonato em caso de derrota”, disse.

Lances polêmicos

Nos últimos dois jogos do Tricolor, a equipe levou quinze cartões ao todo. Porém, no caso do confronto com o Dragão, o técnico não culpou o árbitro pelas advertências que custaram novos desfalques.

“Não coloco na conta do árbitro. É um estilo de arbitragem que ele é muito suscetível ao amarelo. Você dá o primeiro amarelo com muita facilidade, você vai ter que conduzir o jogo daquela maneira. Fizemos o gol, tanto que na hora que a bola viaja na saída ele já tinha marcado o pênalti, ele se antecipou, naquela vontade. Ele já mostrou a marca”, ressaltou.

Para Ceni,  um lance deveria deveria ter tido mais atenção da arbitragem: um impedimento que não foi marcado por Wagner do Nascimento Magalhães.

“Acho que é um lance para fazer uma análise de impedimento. O Churín, se não me engano, estava em condição de impedimento e bloqueia o Diego para o Diego não participar da jogada”, disse.

Sobre o elenco curto, o treinador do Tricolor afirmou que irá utilizar os jogadores mais novos para cumprir eventuais demandas nas próximas partidas. O São Paulo joga na quinta-feira (7) contra a Universidad Católica, pela Sul-Americana, e viaja no próximo domingo (10) para encontrar o Atlético-MG.

“A transição de alguns jogadores, mas acho que nenhum pronto para jogo. Vamos com os garotos, já puxamos muita gente, não tem tanta gente pronta, são jogadores para se trabalhar mais um ano para vir para equipe profissional”,  comentou.

Rogério fala sobre Luciano

Por fim, Rogério Ceni comentou sobre o ‘desencanto’ de Luciano. Então, responsável por garantir a vitória do São Paulo neste domingo (3), também se destacou na última semana contra a Católica. Assim, o atacante ainda não tinha conseguido engrenar nesta temporada. Mas mostrou uma nova postura nos últimos duelos da equipe.

“Luciano foi uma escolha nossa no Chile. Todo mundo esperava que iriamos começar com o Patrick, naquela oportunidade entendemos que o Luciano seria melhor pra equipe. Aqui não tem condição de titular, todos tem oportunidades. Ele falou que deu uma entrevista dizendo que não estava num momento bom, eu disse pra ele: “Muito pelo contrário, cara. Você tem que… não é só de gols que atleta vive”. Por mais que seja atacante, ele tem que colaborar de outras formas, o gol sairia naturalmente. Os gols no Chile ajudaram muito para ele ter confiança hoje. Nem tanto ao céu, nem ao inferno”, concluiu.

Foto Destaque: São Paulo FC

Compartilhe como seus amigos:

Outras publicações de seu time: