Rogério defende Igor Gomes após vaias no Morumbi

Compartilhe com seus amigos:

Rogério defende Igor Gomes após vaias no Morumbi

A derrota para o Flamengo não foi a única coisa negativa para Rogério Ceni. O treinador do São Paulo ouviu vaias direcionadas a Igor Gomes, que mais uma vez esteve abaixo.

+ Veja os melhores momentos de São Paulo x Flamengo

Rogério Ceni mais uma vez saiu em defesa do meio-campista, que tem futuro indefinido no São Paulo.

“(Igor e Nestor) Salvaram a equipe no ano passado, colaboram da melhor maneira. O torcedor não tem má vontade. O jogador pode passar por oscilações, não estar em grande momento, mas eles fazem o melhor”, afirmou Ceni.

Revelado nas categorias de base do clube, Igor Gomes tem 23 anos de idade, contrato até 31 de março de 2023 e discute sua renovação. Para Rogério, as informações que saem sobre a negociação do jogador com o clube podem afetar a percepção da torcida.

“As notícias influenciam muito o torcedor psicologicamente. “Ah, o Igor Gomes quer ganhar o salário de não sei de quem”. Nem sei se isso é fato ou não, mas qualquer atleta tem direito a uma pedida salarial que quiser. Óbvio que o torcedor gosta mais do Calleri, do Luciano, porque têm gol. É normal. E tem dia que o jogador não está bem, não faz um grande jogo. Eu já saí vaiado no Pacaembu”, revelou.

“Não vamos desistir de ninguém, são estes jogadores que encerram o ano, eu espero, se não houver mais vendas. Temos como objetivo tentar brigar pelos títulos das copas e, o que falava de Brasileiro, de brigar lá na frente, não é mais a realidade. Temos de elevar nosso nível de pontuação”, prosseguiu.

No último mês, o camisa 26 disse que seu processo de renovação estava caminhando para um lado feliz, mas desde então nada aconteceu.

Leia mais:

Bustos fala sobre Calleri: “Me recebeu muito bem”

+ Felipe Alves pede maturidade para o São Paulo: “Decisão na quarta”

 

São Paulo segue sem vencer no Brasileirão. Após a derrota por 2 x 0 pelo Flamengo no Morumbi, o goleiro Felipe Alves analisou o momento da equipe e pediu maturidade para a decisão de quarta-feira.

“Tomamos o gol muito cedo, em uma desatenção num cruzamento. Depois a gente teve um bom controle do jogo, tentamos chegar no gol do Flamengo, não conseguimos o empate e tomamos o (segundo) gol no último lance. Era bola parada, tudo ou nada. É isso, temos de ter cabeça boa, trabalhar. Tem uma decisão na quarta e depois voltamos a pensar no Brasileiro”, afirmou Felipe Alves.

Rogério vem mesclando o seu time por conta das disputas da Copa do Brasil e Sul-Americana, e usou um time praticamente reserva contra o Flamengo. Ainda assim, segundo o goleiro, é preciso ter maturidade para lidar com essas três competições.

“A gente precisa de maturidade, saber o momento certo de aumentar a intensidade, de descansar e encarar cada competição com sua dificuldade e realidade. Quarta tem uma competição importante”, finalizou Felipe Alves.

O próximo jogo do São Paulo será pela Copa Sul-Americana. O Tricolor vai até o Castelão, no Ceará, onde irá enfrentar o Ceará, pelas quartas de final do torneio. A partida de volta está marcada para esta quarta-feira (10), às 19h15 (horário de Brasília).

Foto destaque: Divulgação / Rubens Chiri / São Paulo

Compartilhe como seus amigos:

Outras publicações de seu time: