São Paulo dá respaldo para permanência de Rogério Ceni

Compartilhe com seus amigos:

São Paulo dá respaldo para permanência de Rogério Ceni

O técnico Rogério Ceni tem sofrido pressão por parte dos torcedores por conta dos últimos resultados ruins. Dessa maneira, a diretoria agiu e entrevista para o portal GE, o presidente Julio Casares fez questão de acabar com qualquer rumor sobre a saída do comandante.

– Eu respondo com a nossa atitude, de renovar com ele antecipadamente e antes de um clássico decisivo. Acho que essa atitude mostra a confiança no trabalho. O Brasil é resultadista mesmo. Tem que lembrar que o São Paulo, assim como o Flamengo, está disputando as três competições, e não é fácil esse caminho. Você enfrenta contusões, desgastes, logística de viagens. Isso não é fácil. Contra Fortaleza e Flamengo, nós jogamos bem. Se o goleiro do Fortaleza foi o melhor, é sinal de que criamos. Nossa expectativa é de que se essas bolas começarem a entrar, a gente vai melhorar no Brasileiro e nas outras competições em que estamos. Mas o Rogério é trabalhador. Não há hipótese de a gente ficar analisando pelo resultado. A avaliação é do trabalho e do planejamento.

Renovação

Logo depois, o presidente relembrou o momento do acordo de renovação com o ex-goleiro, que aconteceu momentos antes da grande decisão contra o Palmeiras, em partida válida pelas quartas de final da Copa do Brasil.

– Quando você renova antecipadamente um contrato antes de um jogo decisivo contra um Palmeiras, você tem a coragem e sinaliza que o São Paulo, que trocou tanto de técnico nos últimos anos, mostra solidez na estabilidade. Porque jogo você ganha ou perde, faz parte do futebol. Mas se você muda o perfil de um elenco, um time aguerrido, time com vontade de vencer… E o São Paulo hoje demonstra muita vontade de ganhar, com dignidade entrando em campo. Esse é o perfil que buscamos.

Em seguida, deixou bem claro que o time precisa reagir no Campeonato Brasileiro, relembrando algumas partidas em que para ele, falou “sorte”. Mas, o mandatário acredita que quando a sua equipe começar a acertar a pontaria, as coisas vão começar a andar nos arredores do Morumbi.

– Acho que o São Paulo tem que melhorar no Brasileiro, claro. Em alguns empates, contra o Fortaleza mesmo, nos faltou sorte. Acho que quando a bola começar a entrar, nós poderemos melhorar no Campeonato Brasileiro e poderemos disputar todos os campeonatos.

Neves e Colorado ficam?

O uruguaio Gabriel Neves tem ganhado minutos importantes nesta reta final de temporada. Como resultado, nos últimos meses, o atleta assumiu o posto de titular e uma renovação de contrato com o São Paulo está cada vez mais forte. Seu vínculo vai até o fim deste ano e para ficar em definitivo, o Tricolor Paulista tem que arcar com a quantia de R$8.3 milhões.

Além dele, o volante Andrés Colorado também vive situação contratual parecida, mas não tem atuado com frequência, sofrendo com muitas contusões. Em entrevista para o portal GE, o presidente Julio Casares atualizou a situação dos dois atletas.

– Embora eu goste dos dois atletas, e o Gabriel Neves teve uma recuperação extraordinária, e o Colorado sofreu muito com lesões, essa avaliação vai ser feita em planejamento com a área de futebol e, principalmente, com a comissão técnica. Eu tenho uma visão, participo, brinco que sou um presidente muito inserido no futebol, a razão da minha vida, como torcedor de arquibancada e hoje como gestor. O gestor agrega emoção, mas sobretudo a frieza. Essa combinação tem que ser feita no âmbito profissional. Terminando o calendário, vamos nos sentar com as partes envolvidas para discutir. Toda conversa com atletas se dará após os últimos jogos do nosso calendário. Eu acho que os dois atletas… Um com mais condições, pois não teve contusão (Gabriel Neves), como foi com o Colorado. Apareceu mais.

Compartilhe como seus amigos:

Outras publicações de seu time: