Chay deixará o Botafogo nesta janela de transferências; veja sua trajetória

Compartilhe com seus amigos:

Chay Botafogo

O meia Chay está de saída do Botafogo. Em suma, o jogador de 31 anos será emprestado ao Bahia, onde se reunirá com o ex-treinador do Botafogo, Enderson Moreira. Além disso, Chay também se reunirá com o ex-diretor de futebol do Glorioso, Eduardo Freeland, que também trabalha no Bahia atualmente. Assim, o atleta deixa o Botafogo com apenas um título, da Série B de 2021.

Contudo, foi um título no qual Chay foi protagonista e um dos astros da equipe. Ao lado do atacante Rafael Navarro (que deixou o Botafogo no fim do ano de 2021 para assinar com o Palmeiras), Chay fez uma das duplas mais goleadoras da história recente do Glorioso. Contudo, o meia perdeu espaço depois da chegada de John Textor e Luis Castro. Mesmo assim, é muito importante para o Botafogo atual.

Saga de Chay no Botafogo

A saber, a chegada de Chay ao Botafogo foi cercada de dúvidas por parte da torcida. Já que o meia (que na época tinha 30 anos), apesar de ter sido destaque da Portuguesa-RJ no Campeonato Carioca de 2021, não inspirava confiança da torcida. Principalmente, pela idade avançada e pelo seu passado.

Chay nunca foi um grande craque antes do Botafogo. Pelo menos não no futebol de campo. Entretanto, no futebol de 7, modalidade na qual Chay jogou durante bastante tempo, o meia foi um dos melhores jogadores do Brasil.

Chay no Futebol de 7 e o retorno

Assim, após uma carreira sem qualquer brilho no futebol, o meia migrou para o futebol de 7, onde passou por times como Flamengo e o próprio Botafogo. Também foi diversas vezes convocado para a Seleção Brasileira de futebol de 7 e chegou a ganhar a Copa do Mundo da categoria.

Todavia, Chay ainda sonhava em brilhar no futebol. Então, ele aceitou o convite do Bela Vista (clube de Niterói-RJ) para jogar a 3ª divisão do Campeonato Carioca de 2017. Além disso, esteve em clubes como Mogi Mirim, Rio Branco-AC e São Gonçalo-RJ. E a partir de 2019, Chay passou a se dedicar exclusivamente ao futebol de campo.

2021 e 2022 bem diferentes

E em 2021, finalmente chegou ao Botafogo, com todas estas incertezas. Contudo, estas incertezas logo passaram quando Chay entrou em campo com a camisa 14 do Botafogo. Já que foram dois gols e duas assistências nas primeiras quatro partidas pelo Glorioso. E o desempenho do meia só melhorou com a chegada de Enderson Moreira ao Botafogo. Além disso, começou a parceria com Navarro, que rendeu muitos frutos ao Botafogo. Assim, o clube carioca saiu da 14ª posição para rumar ao título do Brasileirão Série B de 2021. E nomes como o de Rafael Navarro, Chay e Luis Oyama ficaram marcados nesta campanha

Entretanto, o Botafogo de 2021 é muito diferente do Botafogo de 2022. Principalmente, a administração do clube mudou. Agora, ela pertence a John Textor, dono de 90% da SAF do Botafogo. E ele fez diversas mudanças na estrutura futebolística do clube carioca. Entre elas, as saídas de Eduardo Freeland (na época, diretor de futebol do Glorioso) e de Enderson Moreira (na época, treinador de futebol do clube). Ao passo que novos profissionais chegaram para substituir os antigos. Neste caso, foram contratados: André Mazzuco (diretor de futebol) e o português Luis Castro (treinador).

Ao mesmo tempo, Chay sofreu bastante com lesões durante o início da temporada. Assim, acabou perdendo muito espaço na equipe. E com Luis Castro, perdeu ainda mais espaço, visto que o treinador português não utilizou o camisa 14 da mesma maneira que ele era utilizado em 2021. Então, Chay não fez gols em 2022 e deu apenas três assistências, sendo a última na semifinal do Campeonato Carioca 2022, antes da chegada de Castro.

Foto destaque: Divulgação/Vitor Silva/Botafogo

Compartilhe como seus amigos:

Outras publicações de seu time: