Gatito Fernández está perto de recorde pelo Botafogo; entenda

Compartilhe com seus amigos:

Gatito Fernández Botafogo

Na última partida do Botafogo, contra o Corinthians, o goleiro Gatito Fernández chegou a marca de 179 jogos pelo Glorioso. Assim, o goleiro paraguaio está apenas uma partida de igualar “El LoboFischer como o 2º estrangeiro que mais atuou pelo Botafogo. Vale lembrar que o recordista no quesito estrangeiro com mais jogos é o zagueiro argentino Joel Carli, que ainda está no elenco do Botafogo, com 187 jogos.

Então, Gatito Fernández poderá se igualar ao atacante que é ídolo dos anos 70, Fischer (falecido em 2020), já na próxima partida da equipe carioca, contra o Ceará, em casa. Assim, podendo superá-lo na 22ª rodada, contra o Atlético-GO também em casa. Vale lembrar que no quesito estrangeiro com mais gols, Fischer não será superado tão cedo. Já que o El Lobo tem 68 gols, e o estrangeiro em atividade mais próximo nesta lista é o próprio Joel Carli, que tem 10 gols pelo Glorioso.

Trajetória de Gatito Fernández no Botafogo

2017 e 2018: Elevado ao status de ídolo

A saber, a história de Gatito Fernández com o Botafogo começou no início de 2017. Assim o goleiro paraguaio foi contratado junto ao Figueirense, já que o clube carioca estava sem goleiro (o goleiro titular da época, Jefferson, estava lesionado e o reserva Sidão havia deixado o Botafogo rumo ao São Paulo). Portanto, fez sua estreia já na fogueira, contra o Olímpia-PAR, fora de casa, pela 2ª fase da pré-Libertadores. Vale lembrar que Gatito não estava escalado como titular, mas entrou no lugar de Helton Leite durante a partida, que se machucou.

Esta partida terminou empatada em 1 x 1 e a decisão da vaga na fase de grupos foi para os pênaltis. Gatito Fernández acabou sendo o herói do Botafogo naquela decisão. Já que pegou três pênaltis, inclusive o decisivo, e garantiu a passagem do Botafogo para a fase de grupos. A partir daí, o goleiro paraguaio passou a ser titular absoluto da equipe comandada por Jair Ventura. Inclusive, aquele ano de 2017 foi muito positivo para o Botafogo (que avançou até as quartas de final da Liberatdores e semifinal da Copa do Brasil) e para Gatito (que foi eleito o melhor estrangeiro do Brasileirão de 2017, além de ter participação crucial em todas as campanhas do Botafogo).

2018 e 2019: Gatito decisivo para a permanência do Botafogo

Já em 2018, mais um ano de destaque para Gatito Fernández. Já que, no Campeonato Carioca daquele ano, o Botafogo foi campeão em cima do Vasco da Gama graças a Gatito, que pegou dois pênaltis na disputa.

Contudo, em uma das primeiras partidas do Botafogo no Brasileirão de 2018, o goleiro lesionou o pulso e passou seis meses fora. Quando voltou, foi decisivo para evitar a queda do Botafogo para a 2ª divisão. Em 2019, Gatito chegou ao seu 100º jogo pelo Glorioso e mais uma vez, foi decisivo na campanha do clube carioca no Brasileirão daquele ano.

2020: Pior ano de Gatito Fernández no Botafogo

A saber, 2020 tinha tudo para ser mais um ano muito bom para Gatito. Já que, logo nos primeiros meses do ano, ele foi, mais uma vez, crucial para que o Botafogo avançasse na Copa do Brasil. Em suma, o goleiro pegou dois pênaltis contra o Náutico no Estádio dos Aflitos e garantiu a classificação do Alvinegro.

Entretanto, 2020 não continuou no mesmo ritmo. Assim, o goleiro perdeu ritmo durante a parada do futebol devido a pandemia de COVID-19, e quando voltou aos gramados, sentiu bastante dificuldades físicas. Até que no dia 23 de setembro de 2020, na partida contra o Vasco pela Copa do Brasil, Gatito Fernández sentiu o joelho, mas continuou em campo. Após a partida, o goleiro foi diagnosticado com um edema ósseo no joelho. Contudo, mesmo assim, o goleiro defendeu a Seleção Paraguaia nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022. Durante o intervalo, o goleiro reclamou de muitas dores. Contudo, ele recebeu injeções contra estas dores e seguiu em campo até o fim. Este fato agravou e muito sua lesão. Em suma, Gatito passou por uma artroscopia e não jogou mais em 2020.

2022: Gatito está de volta

Inclusive, Gatito Fernández também não jogou em 2021 devido a esta gravíssima lesão. Chegou-se a falar que o Botafogo não renovaria o contrato do goleiro paraguaio. Entretanto, estes rumores foram rapidamente desmentidos com a renovação até o fim de 2022. Ainda em 2021, Gatito chegou a ser relacionado para a última partida do Botafogo no ano, contra o Guarani pela 2ª divisão, mas não entrou em campo.

Então, após o dia 23 de setembro de 2020, Gatito Fernández só voltou a jogar pelo Botafogo no dia 25 de janeiro de 2022. Assim, esta data marca a 1ª partida do Botafogo no ano de 2022, contra o Boavista, pelo Campeonato Carioca.

Foto destaque: Divulgação/Vitor Silva/Botafogo

Compartilhe como seus amigos:

Outras publicações de seu time: