Situação de Ojeda com Botafogo se complica, e clube aguarda Matheus Pereira

Compartilhe com seus amigos:

Ojeda Matheus Pereira Botafogo

O Botafogo está se movimentando bastante para adquirir jogadores nesta janela de transferências. Assim, o clube estava praticamente fechado com o meia argentino Martin Ojeda, do Godoy Cruz. Contudo, a negociação travou e este fato irritou muito John Textor, proprietário do Botafogo, que bsuca opções ao argentino, como Matheus Pereira.

Em suma, a equipe carioca já havia concordado com os valores apresentados pelo Godoy Cruz por Ojeda. Entretanto, o clube argentino voltou atrás e pediu mais dinheiro pelo meia de 23 anos. Assim, John Textor, que havia vindo ao Brasil apenas para negociar quando Ojeda chegaria ao Botafogo (Vale lembrar que este era o entrave central da negociação, já que o Godoy Cruz queria liberá-lo apenas em Agosto, enquanto Textor e o Botafogo queriam Ojeda imediatamente), agora precisará lidar com uma pedida maior por parte do clube argentino.

Então, este novo fator na negociação irritou bastante John Textor, que cogita inclusive desistir do que seria sua principal contratação para o Botafogo nesta janela de transferências. Apesar disso, a diretoria de futebol do Glorioso, comandada por André Mazzuco, ainda acredita num desfecho positivo com o Godoy Cruz e Martin Ojeda.

Vale lembrar que a negociação entre Godoy Cruz e Botafogo por Ojeda estava em torno de 6 milhões de dólares (R$ 32,1 milhões, na cotação atual). Estes valores já estavam muito acima do que queria pagar o clube carioca. Contudo, o Botafogo entendia que Ojeda seria um reforço que traria resultados já neste momento. Contudo, quando o Glorioso e o Tomba já haviam se acertado sobre esta questão, os argentinos voltaram atrás e pediram ainda mais.

Enquanto a situação Ojeda não é definida, Botafogo aguarda Matheus Pereira

Assim, a probabilidade de Ojeda se transferir para o Botafogo diminuiu bastante. Apesar dos empresários do jogador argentino preferirem que ele se transfira para o Brasil, afim de dar mais visibilidade para Ojeda. Assim, o Botafogo tem outras opções para suprir a falta do argentino. Uma delas, é o também meia Matheus Pereira, que atualmente defende o Al Hilal, da Arábia Saudita.

Em suma, a vinda de Matheus Pereira para o Glorioso parecia muito improvável. Já que o clube saudita está bastante relutante em liberar seus jogadores. Além disso, Matheus Pereira é o grade investimento do Al Hilal, um fator a mais que complica as negociações. Contudo, existe um motivo para o Al Hilal segurar seus jogadores, e ele poderá desaparecer nos próximos dias.

A saber, o Al Hilal está punido pela Federação Saudita de Futebol com um ‘transfer ban’. Assim, está impedido de registrar novos jogadores. Por isso, também não está vendendo seus jogadores, mesmo que eles estejam insatisfeitos no clube (como é o caso de Matheus Pereira) ou tenham caído de rendimento (caso de Michael, ex-Flamengo e Goiás). Esta punição está ativa desde maio e aconteceu devido ao clube saudita não ter respeitado o ‘fair play’ financeiro da Arábia Saudita.

Contudo, esta história pode mudar. Já que a corte arbitral de futebol saudita irá julgar mais uma vez o caso do Al Hilal nesta semana. Assim, os dirigentes do clube saudita acreditam que o ‘transfer ban’ será revogado. Portanto, o Al Hilal voltaria a negociar seus jogadores.

Vale lembrar que Matheus Pereira e Botafogo já estão apalavrados, já que Matheus gostou muito do projeto esportivo, além de simpatizar muito com Luis Castro. Contudo, o Al Hilal comprou o jogador brasileiro por cerca de 18 milhões de euros, e com certeza não liberaria Matheus Pereira por um valor menor.

Foto Destaque: Divulgação/Godoy Cruz

Compartilhe como seus amigos:

Outras publicações de seu time: