Apresentado na Arena, Yuri Alberto fala pela primeira vez vestindo as cores do Timão

Compartilhe com seus amigos:

Apresentado na Arena, Yuri Alberto fala pela primeira vez vestindo as cores do Timão

Apresentado para a torcida do Corinthians no gramado da Neo Química Arena durante o treino aberto da última sexta-feira (8), o atacante Yuri Alberto, de 21 anos, concedeu entrevista coletiva e, dessa maneira, vestiu a camisa de forma oficial, ainda sem numeração definida.

Emprestado pelo Zenit, da Rússia, até o meio de 2023, o jogador, no entanto, só pode estrear pelo clube no dia 20 de julho, na partida contra o Coritiba, quando a janela nacional de transferências já estará aberta. Ainda assim, ele se vê apto a estar em campo nesta partida.

“Espero ajudar a equipe. Nas minhas férias, trabalhei muito. Espero estrear dia 20, que eu esteja bem fisicamente”, disse Yuri, em entrevista coletiva.

“Vou dar o máximo em campo, estou trabalhando para isso. Grandes nomes fizeram muitos gols. Quero escrever a minha história, que ela seja gigantesca”, completou.

Quando questionado sobre seu retorno ao Brasil, Yuri Alberto deu explicações, mas disse não ver a transferência como um passo atrás na carreira.

“Pesou bastante eu voltar ao Brasil. A visibilidade dos jogos na Rússia não seria tão boa, aqui seria bem maior. Quero construir uma historia gigantesca aqui. Não é passo atrás, fiquei três meses e meio na Europa. Os talentos que têm aqui são poucos países que tem lá fora. Bom ficar perto da minha família”, afirmou.

“Conversei com meus familiares, com o Zenit. Não era bom momento para continuar lá pelo o que estão passando, queria estar perto da família, da minha filha”, completou.

Aos 21 anos, entretanto com a experiência de clubes grandes e Europa, Yuri brinca e, nesse sentido, se vê como mais um “miúdo”, forma como o técnico Vítor Pereira chama os jovens.

“Estou bem mais maduro. Já fui um miúdo. Já tive um técnico português. Já fui sparring, mas fiz temporadas boas. Chego com uma bagagem maior. Me sinto feliz no Corinthians”, revelou.

Por fim, para contratar o centroavante, o Timão enviará dois jogadores ao clube russo no próximo dia 13. Trata-se do goleiro Ivan, de 25 anos, e, além disso, do meia Gustavo Mantuan, de 21. Yuri, inclusive, já conversou com Mantuan sobre o futebol por lá.

“Passei confiança para o Mantuan, falei que é uma cidade maravilhosa e que ele vai gostar demais”, comentou.

Leia também:
+ Balbuena pede liberação na Rússia e anima o Corinthians
+ Corinthians renova com Du Queiroz

Veja mais trechos da entrevista

 

Como foi a recepção da torcida?

 

“Momento muito especial na minha vida. Recepção de arrepiar, muito feliz, primeiro contato em campo, contra o Boca pude sentir como é o Corinthians. Agradecer a todos que acreditam no meu potencial, quero entregar meu melhor em campo”.

Vai vestir qual número?

“A camisa que estiver disponível vou usar. Dentro de campo vou dar meu melhor”.

“Um cara me recebeu muito bem, vai dando toques. Em 2020 trabalhei com Jesualdo (Ferreira, também português, que treinou o Santos), me deu sequência, comecei a fazer gols como profissional, ainda era um miúdo (risos), amadureci, depois fui para o Inter. Espero ajudar a equipe. Nas minhas férias, trabalhei muito. Espero estrear dia 20, que eu esteja bem fisicamente”.

Família corintiana? 

“Família de jogador é desde jeito. Torce onde Yuri estiver. Desde o jogo do Boca o espírito já é corintiano, a emoção foi grande quando acabou as penalidades. Minha família agora respira o Corinthians”.

Foto destaque: Reprodução / Marcelo Braga

Compartilhe como seus amigos:

Outras publicações de seu time:

Willian fora do Corinthians?
Corinthians
André Merice

Willian fora do Corinthians?

Após desfalcar a equipe na derrota para o Flamengo, na Neo Química Arena, o meia-atacante Willian pode deixar o Corinthians. A informação foi do ex-jogador e

Leia mais »