O que resta para o Cruzeiro após a derrota diante do Fluminense?

Compartilhe com seus amigos:

O que resta para o Cruzeiro após a derrota diante do Fluminense?

Com a eliminação da equipe celeste diante o Fluminense na Copa do Brasil, o Cruzeiro tem apenas que se preocupar com a Série B. Por um lado, não tem mais campeonatos à parte para serem disputados, o que deixa o foco mais centrado no título da segunda divisão. Por outro, é o único grande feito que o time da raposa poderá alcançar em 2022. Além disso, explorar o mercado pode ser algo feito com mais afinco.

O confronto diante o Fluminense escancarou as carências do time

Erros da arbitragem ficaram marcados na partida, tanto pelo pênalti que poderia ter sido validado pelo árbitro Claus, o que deixaria o Celeste em condições boas de vitória. Contudo, o cenário foi melancólico para o time cruzeirense, que saiu derrotado por 3 x 0.

Banner Bônus Bet365

A saber, não foi um duelo desequilibrado, com os dois times sofrendo para chegarem a ter uma boa chance. Quem levou a melhor apresentou o melhor futebol individual. Ainda com técnico expulso no primeiro tempo, a raposa se viu em uma situação complicada para reverter o placar do jogo de ida.

Apenas aos 70’ saiu o primeiro gol da partida com John Arias. Em seguida, Germán Cano aos 85’ e para selar de vez o caixão, o ex Cruzeiro Nathan Allan pôs em prática a “lei do ex” e marcou no time que, anteriormente havia sido jogador.

Nesse sentido, Nathan chegou até a fazer brincadeiras com o rival logo após o apito final. “Aqui eu nunca perdi para eles, não”, falou o atleta do tricolor, em momento registrado e publicado nas redes sociais do tricolor.

 

Não só o futebol, como qualquer esporte possui provocações, alguns são muito vistos, outras caem na graça da torcida. Como foi o caso deste momento que o meia protagonizou.

Um fator influenciador para a derrota do Cruzeiro foi também a ausência de qualidade individuais. Geovane que era responsável por cruzamentos vindo do lado direito do campo foi expulso no Maracanã. Assim, não pôde ser relacionado para a partida. Daniel Jr ficou pelo banco à maior parte do jogo. Luvannor tentou de todas as formas. Mas nada funcionou.

Momentos importantes do jogo à favor do celeste

Duas jogadas perigosas do celeste parou nas mãos de Fábio. Uma delas, para infelicidade dos cruzeirenses foi um cabeceio à queima roupa. A outra em uma situação de enfiada de bola em que novamente o ídolo que jogava com a camisa azul dos mineiros fez uma defesa fechando as pernas, cedendo um escanteio.

Fora estas duas chances, o Fluminense sofria bastante com a bola nos pés pela pressão da equipe rival. Em sua maioria, eram mais de dois jogadores pressionando o portador da redonda, mas quando roubavam, não tinham qualidade individual para conectar um passe de segurança, ou se livrar com um drible, deixando o time afogar em sua própria essência de jogo apoiado.

Em conclusão, a equipe cruzeirense vem tendo seus bons momentos, mas precisa reforçar o elenco se quiser ter uma chance na temporada que vem, seja ela na primeira divisão ou na segunda. O volante gremista Fernando Henrique já não está mais na mesa para negócios, mas Bruno Rodrigues, Marcus Cipriano, Luís Felipe são nomes já acertados com o clube até, pelo menos, o fim da temporada de 2022.

Foto destaque: Divulgação/ Cruzeiro

Compartilhe como seus amigos:

Outras publicações de seu time:

Banner Bônus Bet365