CBF responde Flamengo sobre a Copa do Brasil

Compartilhe com seus amigos:

CBF responde Flamengo sobre a Copa do Brasil

A saber, CBF responde Flamengo sobre a Copa do Brasil e a polêmica dos mandos das quartas de final da Copa do Brasil parece enfim ter acabado. Após o Flamengo questionar a CBF sobre a mudança de posição no sorteio, Cacau Cotta, diretor de relações externas do Mais Querido, teve uma reunião com Júlio Avellar, diretor de competições da CBF. Confira o desenrolar da novela.

A confusão

A saber, na noite da última terça-feira (19), o Flamengo entrou com uma medida no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Decerto, o clube carioca reivindicou o mando de campo do segundo confronto contra o Athletico-PR pela Copa do Brasil. Em suma, na ordem cronológica, o nome do Athletico-PR surgiu antes do Rubro-Negro. Com isso, o Flamengo alegava ter direito ao mando de campo no segundo confronto, como decidiram por sorteio.

Após intervalo, teve início o sorteio dos mandos com uma regra: se tirar uma bola ímpar, a posição continua como está no chaveamento. Se for uma bola par, inverte-se a ordem. Esse procedimento é antigo e ocorre para times da mesma cidade jogarem em casa em semanas diferentes.

No entanto, a CBF inverteu as posições de Flamengo e Athletico antes do sorteio do mando. O Flamengo, sorteado por último, apareceu primeiro no confronto. Isso ocorreu para deixar o clube Rubro-Negro em posição diferente do Fluminense. Assim, os confrontos ficaram: Fortaleza x Fluminense e Flamengo x Athletico. Como saiu uma bola ímpar (9), manteve-se a ordem acima.

Reunião das diretorias: CBF responde Flamengo

Após o encontro na sede da CBF, na Barra da Tijuca, Cacau Cotta conversou com a imprensa e explicou o tema da conversa. De acordo com o dirigente, apesar de adotar o critério nos últimos sorteios da competição, não há nada no regulamento que justifique a inversão de ordem.

– Na verdade, eu já sabia que não estava no regulamento. Eu fui realmente pedir o VAR e entender. Não é uma coisa que faz parte do regulamento. Que no futuro próximo esteja mais claro e transparente. – disse Cotta.

Ainda sobre a reunião, Cotta foi perguntado se o Flamengo poderia tentar uma ação para reverter o sorteio, mas deixou a decisão nas mãos do departamento jurídico e do presidente Landim.

– A postura do Flamengo é discutir internamente sempre. Trazer para vocês o que está acontecendo no momento. Quando não está no regulamento, você não se convence. Quando já tem um histórico de 2013 para cá, você começa a tentar entender e buscar o melhor para instituição. Agora, está na mão do jurídico e do presidente essa decisão. Mas houve o diálogo com a CBF e, quando o Flamengo se achar por direito ou se achar lesado, o Flamengo vai buscar os seus direitos. O Flamengo vai estudar e entender melhor esse momento.

CBF responde Flamengo sobre a Copa do Brasil

A CBF responde Flamengo e fará uma revisão das regras do sorteio da Copa do Brasil para 2023 após o incômodo do Flamengo com a definição dos mandos de campo das quartas de final. O entendimento na confederação é de falta de comunicação e regras mais claras. O atrito foi resolvido em uma conversa entre ambas as diretorias. Na terça-feira (19), o sorteio da Copa do Brasil determinou que o Fluminense definirá a vaga em casa diante do Fortaleza. Já o Flamengo terá seu segundo jogo como visitante diante do Athletico. Determinaram os mandos de campo assim, pois o sorteio tirou o Fluminense antes. Dessa maneira, o outro time da cidade (Flamengo) tem que inverter.

Internamente, a CBF reconheceu que houve um problema de comunicação com os clubes sobre os procedimentos. E, na entidade, também ficou claro que esse tipo de prática tem que ser incluído no regulamento da competição. Não dá para decidir quaisquer movimentações por pontos que não estão nas regras. De fato, não haverá mudança na Copa do Brasil de 2022, pois não há mais sorteios. Mas, para a edição de 2023, Ednaldo Rodrigues já orientou o departamento de competições a revisar as regras. Logo, decidirão se a prática de inversão de mando de times da mesma cidade permanecerá. Se permanecer, será incluído nas regras da Copa do Brasil oficialmente.

Enfim, parece que teve um fim

Decerto, esse procedimento é praxe nos sorteios da CBF e já foi utilizado antes, inclusive para beneficiar o Flamengo. No entanto, não está previsto no regulamento da competição. A diretoria Rubro-Negra questionou a diretoria de competição da CBF e chegou a entrar no STJD para tentar reverter. No clube, há o reconhecimento de que o procedimento já tinha sido usado, mas também se questiona o fato de não estar no regulamento da competição. Por isso, há o entendimento de que o clube tinha razão, mas não valia brigar.

 

Foto destaque: Divulgação/O Globo

Compartilhe como seus amigos:

Outras publicações de seu time:

Os titulares reservas do Flamengo
Flamengo
Jamis Gomes Jr.

Os titulares reservas do Flamengo

Os titulares reservas do Flamengo. Em suma, com a vitória do Flamengo no último sábado, esta foi a quinta seguida pelo Campeonato Brasileiro. A saber,

Leia mais »
Rodinei vai renovar?
Flamengo
Jamis Gomes Jr.

Rodinei vai renovar?

Rodinei vai renovar? Em suma, o Flamengo segue de olho no mercado. A saber, já chegaram Erick Pulgar, Guillermo Varela, Everton Cebolinha e Arturo Vidal. De

Leia mais »