Diego Cerri dá versão sobre caso Fernando Henrique

Compartilhe com seus amigos:

Diego Cerri dá versão sobre caso Fernando Henrique

O caso do jovem volante Fernando Henrique está tomando proporções maiores dentro do Grêmio. Para você entrender: o Tricolor Gaúcho emprestou o atleta ao Cruzeiro na sexta-feira (1). Mas depois de tudo pronto, com o jogador já em Belo Horizonte, o presidente Romildo Bolzan voltou atrás e vetou o negócio. Porém, o jogador e seu agente não concordaram com a decisão e não querem o retorno. Então, após o empresário Marcelo Pacheco dar sua versão, foi a vez do diretor executivo do Imortal Diego Cerri dizer como as coisas aconteceram.

Versão do empresário

Anteriormente, o empresário de Fernando HenriqueMarcelo Pacheco, contou sobre como as coisas aconteceram neste caso.

“Não falaram nada, não me atenderam, não me responderam. O Cruzeiro está tentando desde segunda-feira viabilizar o negócio. Postura inadequada para um clube como o Grêmio. Estava tudo alinhado, faltavam trocar documentos e voltaram atrás. Na sexta (1), tínhamos a confirmação que estava alinhado, andando. Aí aguardei o Grêmio me posicionar, que foi no sábado que o Cerri me posicionou. Faço a manobra, o Fernando se despede, comunico a entrega do imóvel dele, o Cruzeiro manda as passagens e depois de tudo encaminhado falaram que era para segurar. Aí falei que a gente esperava lá em BH”, contou Marcelo Pacheco.

Diego Cerri responde fala do empresário

No entanto, o Grêmio não ficou parado diante dessas falas de Marcelo Pacheco. Assim, o próprio diretor executivo de futebol, Diego Cerri, falou sobre o tema. De acordo com ele, Fernando Henrique não tinha autorização para viajar.

“Dissemos para o Cruzeiro para segurar a passagem no sábado e que conversaríamos na segunda. Ele resolveu viajar sem autorização. A partir disso foi escolha dele, ficou em Minas Gerais. Tudo que se faz na vida tem uma consequência, na nossa visão ele cometeu um erro, o Fernando também, porque o atleta nosso é ele e não do empresário. E isso vai ser discutido internamente“, comentou Cerri.

Além disso, Diego Cerri disse na zona mista antes do jogo contra o Náutico para alguns repórter que não vai ficar criando polêmicas sobre o assunto. Bem como aproveitou para dizer que faltou experiência a Marcelo Pacheco para resolver o caso. Assim, eles devem resolver tudo internamente.

“Estamos conversando, não quero ficar polemizando mais. Talvez seja a maneira do empresário tenha buscado para resolver, faltou um pouco de experiência para ele. Vamos tratar para resolver com respeito e dentro do que é interessante para o Grêmio”, completou.

Fernando Henrique não tem oportunidades no time

O elenco do Grêmio em 2022 possui um meio-campo muito recheado, com muitas opções para o técnico Roger Machado escolher entre atletas da base e os mais experientes. Sobretudo na posição de volante, o Tricolor Gaúcho já conta com jogadores renomados e com a confiança da comissão técnica como: Mathías Villasanti, Bitello, Thiago Santos, Sabará e Lucas Silva, que lutam por duas vagas na cabeça de área.

Nesse sentido, Fernando Henrique estava no fundo da fila com essa galera, e pouco tinha chances de atuar com a camisa do Grêmio. Mas ele nutria esperanças de que receberia suas oportunidades de mostrar o futebol, já que recusou uma proposta do Al Ain ainda este ano por pensar dessa maneira. Então o que aconteceu é que ele continuou esquecido no clube, e só atuou em seis jogos durante toda a temporada.

Na Série BFernando Henrique só atuou mesmo em 11 minutos, na partida contra o Criciúma que terminou em empate. O negócio estava fechado com o Cruzeiro, e teria que voltar ao Grêmio. Mas com essa declaração do empresário, o Ge confirmou que a Raposa ainda busca contornar a situação.

Foto destaque: Reprodução / Grêmio TV

Compartilhe como seus amigos:

Outras publicações de seu time:

Roger explica Villasanti na zaga
Grêmio
Caian Oliveira

Roger explica Villasanti na zaga

Na noite do último sábado (13), o Grêmio perdeu seu primeiro jogo após 16 rodadas da Série B. A saber, o time perdeu fora de casa para o CRB, no

Leia mais »