Santos anuncia demissão do técnico Fabián Bustos

Compartilhe com seus amigos:

Demissão de Fabián Bustos no Santos

Nesta quinta-feira (7), o Santos anuncia demissão do técnico Fabián Bustos e sua comissão técnica. Dessa forma, após a terrível derrota do Peixe para o Deportivo Táchira, na noite desta última quarta-feira (6). A diretoria decidiu reformular todo o departamento de futebol. Sendo assim, o técnico argentino não faz mais parte do time.

Nesse sentido, o executivo de futebol Edu Dracena pediu demissão do cargo. Do mesmo modo, os auxiliares Lucas Ochandorena e Carlos Caicedo, o preparador físico Marcos Conenna, o gerente de futebol Guilherme Lipi e o assessor do gerente Arnaldo Hase, também não compõe mais o clube.

O que influenciou o Santos na demissão do técnico Fabián Bustos

Primeiramente, o Santos  não vinha com uma boa campanha no últimos jogos. Sua última vitória dentro da Vila Belmiro, foi contra o Union La Calera pela Copa Sul-Americana. Dessa forma, são cinco empates e duas derrotas, sendo que as duas derrotas foi de  1 x 0 para o Palmeiras e 2 x 1 para o Flamengo, neste último domingo (3).

Já os empates foram contra: Ceara, Banfield, Internacional, Bragantino e Deportivo Táchira.

Ou seja, desde o empate com o time venezuelano na partida de ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana, que a pressão aumentou para o lado de Bustos. E na partida de ontem (06), dependendo de qual fosse o resultado do jogo, influenciaria no futuro do técnico argentino.

Fabián Bustos chegou no time Alvinegro em fevereiro de 2022 para substituir Fabio Carille. Sendo assim, foram 28 jogos, 8 vitórias, 12 empates e 8 derrotas. O argentino deixa o Santos  na 10ª colocação do Campeonato Brasileiro e com uma eliminação precoce na Sul-Americana. Na Copa do Brasil, o Peixe tem o jogo de volta na próxima quarta-feira (13) contra o Corinthians. Porém, o resultado é irreversível. O timão venceu por 4 x 0 no jogo de ida.

Por fim, o clube conta com Marcelo Fernandes e Serginho Chulapa com auxiliares técnicos fixos. E no cargo de preparador físico estão  Arzul e Juninho.

Confira como foi o jogo que definiu a demissão de Bustos

Antes de tudo,  Santos começou bem,  procurando sempre a  grande área e criando mais chances de gols. Entretanto, quem faz o primeiro gol é o Táchira. Assim como foi na primeira partida na Venezuela, o time venezuelano abriu o placar em um contra-ataque e Anthony Uribe faz seu primeiro gol aos 27 minutos.

Da mesma forma, o Táchira só não ampliou a vantagem por conta que o camisa 10, R. Hernández, perdeu a chance na cara do gol. E para piorar ainda mais a situação do time da Baixada Santista, na prorrogação do primeiro tempo, Rodrigo Fernández, é expulso após matar um contra-ataque do adversário. Sendo assim, o Santos  fica com um jogador a menos para a segunda parcial da partida.

Logo depois, na segunda etapa, o Peixe sem ter mais o que perder, foi para cima do Deportivo Táchira. Os primeiros cinco minutos foram intensos e até com bola na trave. Porém, mais tarde, o time venezuelano conseguiu ter  o equilíbrio da partida e não deixou o Santos se aproximar do gol.

Na sequência, com a entrada do Carlos Sánchez, Santos consegue empatar a partida com a assistência do uruguaio para o Marcos Leonardo. Vale lembrar, que no jogo de ida Sanchez também entrou na segunda parcial da partida e participou da jogada do gol de empate do Peixe.

Portanto, o tempo regular acaba e com o resultado final no agregado em 2 x 2, a decisão foi para os pênaltis. Dessa forma, Santos é eliminado da Copa Sul-Americana pelo Deportivo Táchira, com 4 x 2 para os venezuelanos nos pênaltis.

Por fim, o resultado positivo da partida entre Santos x Deportivo Táchira, era de extrema importância para o técnico Fabián Bustos, para garantir sua permanência no clube.

 

Foto destaque: Divulgação/Ivan Storti / Santos FC

Compartilhe como seus amigos:

Outras publicações de seu time: