Figueiredo fala de boa fase do Vasco e conta valência que Zé Ricardo o ensinou

Compartilhe com seus amigos:

Figueiredo fala de boa fase do Vasco e conta valência que Zé Ricardo o ensinou

O atacante Figueiredo, cria da base do Vasco, deu entrevista na manhã desta segunda-feira (27) e contou como está o ambiente do clube. Decerto, invictos dentro da Série B. a equipe tem 30 pontos, com nove de diferença para o quinto colocado, além de quatro vitórias em sequência.

“Trabalhamos bastante para vivenciar esse momento. Graças a Deus está dando tudo certo em campo, está rendendo frutos. Queremos buscar a vitória (contra o Novorizontino) para chegar logo ao nosso objetivo. Especial demais em São Januário, verdadeiro caldeirão, dá para sentir tremando. Em campo fico cantando as músicas. A torcida é especial demais, acompanha a gente na fase boa e na fase ruim. Com essas vitórias a gente anima cada vez mais eles”.

Cobranças de falta

O jogador também revelou que foi o antigo treinador, Zé Ricardo, que o incentivou para começar bater faltas. Portanto, camisa 9 na base, Figueiredo não tinha o hábito das cobranças e o técnico, que hoje está no futebol japonês, o indicou por conta de seu chute forte. Como profissional, o atacante tem dois gols, ambos em batidas do tiro livre:

 “A gente treina bastante, ainda mais com Nenê. A gente aprimora cada vez mais com ele. Graças a Deus as cobranças de faltas estão rendendo frutos. Na verdade nunca bati falta nem na base. Foi o professor Zé Ricardo que treinou bastante comigo

Na base nunca fui batedor de falta, mas sempre tive o chute forte. Meu pai sempre me cobrava arriscar de longe. Com a chegada do Zé Ricardo, ele treinou bastante comigo esse chute, e graças a Deus tem saído os gols”.

Ainda assim, o garoto reconhece a hierarquia dentro do elenco e sabe que a bola, no 0 x 0, primeiro chegará nas mãos do camisa 10, Nenê:

“Não tem ordem, mas a gente sabe que nosso batedor é o Nenê. Na hora quem se sentir melhor vai cobrar, mas a gente sabe que o Nenê é quem cobra. Nos meus gols foi ele quem me passou confiança. Eu aprendi a sempre respeitar a hierarquia. O Nenê cobrando falta é piada”.

O Vasco entra em campo na próxima quarta-feira (29), para a 15ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Decerto, os invictos tem 30 pontos na tabela, na vice liderança do torneio, somente atrás do Cruzeiro (31). A partida será fora de casa, contra o Novorizontino, que venceu o Bahia na rodada anterior.

Link do jogo: www.bet365.com/NovorizontinoxVasco

Partida do Vasco ainda sem local definido

Em suma, a tendência é de que o Vasco poupe dois os três jogadores, pendurados pelo segundo cartão amarelo. No domingo (2), a equipe enfrenta o Sport, concorrente direto pelo acesso. Portanto, Edimar, Nenê e até mesmo Figueiredo, podem começar o jogo no banco de reservas.

A partida de domingo, contra os nordestinos, ainda não tem local definido. O Vasco briga, na justiça, com o consórcio Maracanã, para conseguir jogar no estádio. O governo do estado do RJ interviu na situação e obrigou o consórcio a absorver a partida, refutando todos os argumentos contrários.

Uma resposta oficial ainda não saiu e o Vasco aguarda.

 

Compartilhe como seus amigos:

Outras publicações de seu time: