Thiago Rodrigues defende o treinador Maurício Souza

Compartilhe com seus amigos:

Thiago Rodrigues defende o treinador Maurício Souza

Após o empate contra o Ituano, dentro de São Januário, a torcida do Vasco não perdoou o treinador Maurício Souza e vaiou o técnico durante todo o segundo tempo e fim do jogo. Decerto, nas entrevistas pós jogo, o goleiro Thiago Rodrigues defendeu o treinador. Um dos pilares do elenco, o arqueiro falou sobre o trabalho que o comandante vem fazendo no dia a dia e afirmou que o time está junto com ele:

“Nenhuma equipe no Brasil tem o apoio como o da nossa torcida. Ela tem todo direito de cobrar. Para jogar e trabalhar no Vasco, temos que estar prontos para cobrança. E quando você cria essa expectativa de estar em segundo lugar, com 14 jogos, sem perder e sem levar gols, você gera uma expectativa muito grande no nosso torcedor e isso gera uma pressão. O Maurício tem o nosso apoio, tem o grupo nas mãos, é natural passar por algumas situações adversas e temos que saber passar por essa agora”.

Prática e teoria no cruzmaltino

Em suma, o aproveitamento do treinador do Vasco é irregular. São sete jogos, três vitórias, duas derrotas e dois empates. Entretanto, antes disso, o Vasco não havia perdido no torneio, com sete vitórias e cinco empates. Thiago Rodrigues falou sobre o que o time vem treinando, de forma mais ofensiva e tendo mais posse de bola. Para o goleiro, as oscilações de um novo trabalho é normal:

“Está muito bem entendido o que ele tem nos passado. Sabemos que tem uma certa dificuldade de colocar em prática. A teoria é uma coisa e a prática é outra. O Vasco, além de ser a maior equipe dentro da competição, vai sofrer contra times menores em casa porque eles vêm para jogar a vida deles aqui. Acho que é equilíbrio. O Maurício tem o time na mão e tem feito o trabalho dele. Agora vamos ter uma boa sequência de grandes jogos. Vamos buscar o equilíbrio para melhorar nessa sequência”.

Sobre as vaias da torcida, o goleiro preferiu não entrar em polêmica e deu razão para as arquibancadas:

“A torcida tem razão de cobrar porque eles também fazem a parte deles apoiando a gente. A gente ficou quase 14 jogos vindo de bons resultados, e dentro de uma Série B há oscilações. Temos que saber administrar um momento como esse. Temos que passar por esse período de ventania e logo mais vem abundância”.

Vasco volta a campo no próximo sábado (23), contra o Vila Nova, em Goiânia. Decerto, o confronto marca o início do segundo turno, que terá 19 jogos em menos de três meses, para decidir o futuro das equipes desta Série B. Após o empate contra o Ituano, o Vasco fecha o primeiro turno da Série B com 35 pontos. O time é vice líder e tem sete pontos de vantagem para o primeiro time de fora do G4.

Foto destaque: Reprodução/CRVG

Compartilhe como seus amigos:

Outras publicações de seu time: