Treinador dá opções para Alex Teixeira entrar no time do Vasco

Compartilhe com seus amigos:

Treinador dá opções para Alex Teixeira entrar no time do Vasco

Na tentativa de explicar a derrota, o treinador Maurício Souza falou sobre os desfalques na partida contra o Sampaio Côrrea. Decerto, com quatro desfalques no 3 x 1 para os nordestinos, o time ficou totalmente exposto, além das poucas alternativas no banco de reservas. O Vasco agora, encara o Ituano, na próxima terça-feira (19):

“No jogo passado também tivemos desfalques, ganhamos o jogo e disse que não costuma ficar lamentando quem não está no jogo e valorizo quem está. Mas também disse que eram jogadores importantes para a equipe. Todo desfalque será sempre sentido. Mas não reputo a derrota de hoje em razão dos desfalques. Seria covardia da minha parte. Não conseguimos fazer o nosso melhor, traduzir nossa ideia para esse jogo, para esse campo. Sabemos da força do Sampaio aqui dentro, um time que explora muito bem as questões do campo, as transições. Nosso time foi avisado, foi para campo consciente disso. As infelizmente aconteceu”.

Agora, com Alex Teixeira no time, o treinador tem a missão de achar uma posição para o ídolo da torcida, que retornou ao clube para jogar até o fim do ano. Decerto, sem especificar o que pensar, Maurício deu opções para escalar o camisa 7, respeitando o grupo e sem garantir titularidade:

“É um jogador versátil, que pode tanto jogar aberto, como 10 ou até mesmo como um camisa 9, que se movimenta mais, sem ficar fixo entre os zagueiros. Preciso ver como ele está, sentir nos treinamentos, conversar com ele para ver onde ele se sente mais à vontade. Mas é um jogador de muita qualidade. Tenho certeza que vai nos ajudar muito”.

Tentou explicar a derrota do Vasco

O treinador Maurício Souza tentou explicar a derrota do Vasco para o Sampaio Côrrea, por 3 x 1, na 18ª rodada da Série B. Decerto, com muitos desfalques, o time jogou bastante mal e não ofereceu nenhum perigo ao rival, sem passar perto de vencer. O treinador falou sobre a partida, falhas e falta de criatividade para fazer gols:

“Para nós, toda derrota é um resultado atípico. Mas sem dúvida o Sampaio conseguiu entender as condições e competiu mais do que nós. Sabíamos da dificuldade que seria jogar aqui. Não é por acaso que o Sampaio tem a campanha que tem aqui. Creio que não conseguimos desempenhar o nosso melhor, nem entender o que o jogo pediu. Tivemos posse, mas sem ter agressividade. Corremos muitos riscos em algumas circulações de bola por dentro. De três erros, sofremos três gols em contra-ataques. Agora é entender que temos outra batalha na terça. Todo jogo para nós é uma final. A partir desse momento já viramos a página para o jogo seguinte”.

Foto destaque: Reprodução/CRVG

Compartilhe como seus amigos:

Outras publicações de seu time: