Josh Wander fala sobre futuro e mantém promessa contra o rival

Compartilhe com seus amigos:

Josh Wander fala sobre futuro e mantém promessa contra o rival

Oficialmente SAF, o Vasco pela primeira vez viu seu novo “dono” falar. Em suma, na tarde desta quinta-feira (1), Josh Wander, proprietário da 777 Partners, deu entrevista coletiva em São Januário. Ao lado de Paulo Bracks e Luis Mello, homens fortes do novo futebol do clube, o americano falou sobre os planos de futuro para o cruzmaltino e respondeu diversas questões:

“Sabemos da responsabilidade e seremos os guardiões com toda seriedade da história do clube. Queremos assumir o compromisso com os vascaínos de que sempre faremos o melhor pelo Vasco. É importante distinguir 777 de outros fundos que tem os horizontes curtos. Somos uma holding. Mas não há outros investidores. Nós somos os investidores. E não estamos aqui para um projeto de 2, 5 ou 10 anos. Estamos aqui para um projeto de 30 ou 50 anos.

Temos perfeita confiança de que vamos conseguir atingir os objetivos. Estamos aqui para ganhar dinheiro? Sim, estamos. Mas não de forma imediata. Não estamos aqui somente pelo aspecto financeiro. O Vasco é diferente. É o melhor em sua área e queremos de fato torná-lo o melhor. Isso é muito importante para nós. Quando à parte de esportes, o Paulo está encarregado. Mas vamos trazer estabilidade financeira, vamos colocar as pessoas corretas, implantar os processos adequados. Temos total confiança em tudo o que o Paulo Bracks vai fazer. Tenho certeza de que vai dar certo”.

Promessas de pé

Em abril, quando veio ao Brasil pela primeira vez, Josh deu uma declaração forte nas vésperas de um Vasco x Flamengo. Decerto, o americano garantiu que aquele jogo, que terminou 1 x 0 para o rival, disse que era a última vez que o cruzmaltino entraria no clássico com diferença financeira para o Flamengo. Josh manteve a promessa e explicou ainda mais o que quis dizer:

“A  promessa que fiz quando estive aqui no início do processo está mantida. O Vasco não está mais em uma posição de insegurança financeira. É claro que quando a temporada acabar vamos fazer de tudo para melhorar o clube. Isso não significa apenas comprar jogadores. O clube tem que se preparar para poder constantemente comprar jogadores e ter jogadores. Mas isso leva tempo. É um comprometimento nosso. Sabemos que não será fácil, mas é um comprometimento nosso”.

Foto destaque: Reprodução/CRVG

 

Compartilhe como seus amigos:

Outras publicações de seu time: