Paulo Victor fala sobre emoção em jogar no time que torce

Compartilhe com seus amigos:

Paulo Victor fala sobre emoção em jogar no time que torce

O jovem lateral-esquerdo Paulo Victor foi apresentado na manhã desta quarta-feira (3). O novo jogador do Vasco, de apenas 21 anos, veio por empréstimo de um ano, antes jogando no Internacional. Decerto, PV é o segundo reforço já vestindo a camisa do clube, já que Alex Teixeira já chegou e estreou.  O novo camisa 66 falou sobre a oportunidade e o sonho em jogar no time que torcia quando criança.

Em suma, nascido em Minas Gerais, o jovem veio para o Rio muito cedo, e na cidade, escolheu o Vasco como time de coração. Frequentador das arquibancadas de São Januário, PV revelou diversas fotos de quando era criança, vestindo a camisa do time. O jovem ainda revelou uma história de quando estava nas arquibancadas, em 2009, quando Alex Teixeira fez o gol do título da Série B do Vasco. Agora, os dois são companheiros:

“Pressão maior para mim e dentro de casa também. Jogar no Vasco é uma sensação inexplicável, amor que eu tenho pelo Vasco, apesar de afastado, nunca mudou. Espero dar meu melhor em campo, em tudo.

Meu pai sempre foi muito vascaíno, passou essa paixão pra gente. Quando o Vasco foi para a Série B, passamos a acompanhar mais. Foi o primeiro título do Vasco que acompanhei. Depois do Maracanã, fui pra casa em êxtase, ainda mais que era criança. Eu tinha oito anos. Quando cheguei no vestiário, Alex Teixeira foi primeira pessoa a me cumprimentar. Arregalei o olho. Eu o vi em campo e agora posso ser companheiro dele”.

Características diferentes na posição

Em suma, PV falou sobre seu estilo de jogo, além de suas condições físicas. Diferente de Edimar, o ponto forte do novo lateral é o ataque, e não a defesa. Decerto, o novato ficará na posição de Riquelme, que rompeu os ligamentos do joelho e só volta a jogar daqui há nove meses. PV vinha treinando no Inter, e se juntou ao elenco do Vasco nesta quarta (3). A expectativa é de que vá ao jogo contra a Ponte Preta, na próxima terça (9):

“Eu tenho poder ofensivo bom. Edimar tem características diferentes, quando precisar de um lateral mais ofensivo, pode contar comigo. Eu vou continuar treinando para melhorar na defesa. O torcedor do Vasco pode esperar que eu dê sangue em cada bola disputada.

Eu ainda não sei, ainda não treinei, fiquei um tempo parado. Faltou amadurecimento (no Inter). Às vezes temos que ter erros para amadurecer. Lá eu cometi um erro que me fez pensar sobre mim. O erro foi a expulsão no Gre-Nal, me arrependo. Foi um lance bastante infantil que acabou tendo consequência negativa para mim”.
Foto destaque: Reprodução/CRVG

Compartilhe como seus amigos:

Outras publicações de seu time:

Lado emocional é perigo na reta final do Vasco
Notícias Vasco da Gama
Robert Ferreira

Jorginho projeta jogo contra Operário

O treinador Jorginho projetou a partida do Vasco contra o Operário, na próxima terça-feira (4), pela 33ª rodada da Série B. O comandante pediu equilibrio

Leia mais »
  • Ranking Casa de Apostas

    Betfair

    Classificação

    Bet365

    Classificação

    Betano

    Classificação

    1.

    bet365.com

    5.0/5

    2.

    betfair.com

    4.9/5

    3.

    betano.com

    4.8/5

    4.

    1xbet.com

    4.7/5

    5.

    betway.com

    4.6/5

    6.

    bodog.com

    4.5/5