Bia Haddad supera a número um do mundo e a campeã olímpica

Compartilhe com seus amigos:

Bia Haddad

Nesta última sexta-feira (12), Bia Haddad superou a campeã olímpica Belinda Bencic, em uma partida de um pouco mais de 2h. Dessa forma, a brasileira venceu a suíça em 2 sets a 1 com parcial de 2/6, 6/3 e 6/3.

No WTA de Toronto, Bia Haddad supera a número um do mundo e a campeã olímpica

Em primeiro lugar, antes de enfrentar Belinda Bencic, Bia passou pela Iga Swiatek por 4/6, 6/3 e 5/7, nas oitavas de final. Desde Roland Garros que a número um do mundo não conseguiu chegar em uma final dos torneios que disputou, são eles Wimbledon (terceira rodada), Aberto Polônia (quartas de final) e Aberto do Canadá (oitavas de final).

Dessa forma, com a vitória sobre a polonesa, Bia Haddad se tornou a primeira brasileira a chegar nas quartas de final de um masters 1000. Antes disso, apenas Niege Dias em Montréal de 1987 e Andrea Vieira em Roma de 1990 que chegaram nas oitavas dos torneios. Por fim, após a vitória a brasileira demonstrou gratidão a torcida que esteve a seu favor.

“Eu sei que todos os jogos aqui serão complicados. Não importa onde você está, o tênis sempre mostra que é preciso jogar tudo e estou muito orgulhosa do que fiz. Obrigado por todos que estiveram aqui torcendo por mim, tive a torcida contra em dois jogos e agora eu tive torcida a favor. Joguei contra a nº1 do mundo e precisei me manter no jogo independente dos altos e baixos. Estou muito feliz com a minha força mental hoje”, disse Bia Haddad Maia 

Do mesmo modo, ontem (12), a número 12 do mundo não conseguiu superar a brasileira e perdeu de virada por 2 sets a 1. Foi uma partida bem disputada com ambas a tenistas errando. Entretanto, quando a brasileira colocava mais agressividade nas jogadas a suíça não conseguia superar a adversária. Dessa forma, Bia ganhou de virada da Belinda, por 2/6, 6/3 e 6/3.

Em 2022, a número um do Brasil faz a melhor campanha da carreira

Em 2022, Haddad já registra sua melhor posição no ranking do WTA. Atualmente ela está na 24ª posição. Ainda mais, no fim do torneio de Toronto, pode ficar entre as 20 melhores.

Sendo assim, após os últimos anos não terem sidos os melhores para a brasileira, 2022 começou a todo vapor para ela. No inicio da temporada, foi campeã de duplas em Sydney junto com Anna Danilina. Do mesmo modo, se tornou a terceira  brasileira a chegar em uma final de Grand Slam, quando foi vice-campeã do primeiro Major do ano, Australian Open. 

Já em junho, Beatriz faturou dois títulos em uma semana quando conquistou o troféu de simples e  duplas no torneio de Nottingham, na Inglaterra. Do mesmo modo, na semana seguinte, a numero um do Brasil, repetiu a dose na chave de simples em Birmingham.

Por fim, confira as maiores vitórias da Bia na carreira:

  • Maria Sakkari, número 5 do ranking, nas quartas do WTA 250 de Nottingham em 2022 (terminou campeã)
  • M. Sakkari, nº 3 do mundo, na 2ª rodada no WTA 1000 de Miami em 2022 (eliminada na 3ª rodada)
  • Karolina Pliskova, nº 3 do ranking, na 3ª rodada, no WTA 1000 de Indian Wells em 2021 (eliminada nas oitavas)
  • Sloane Stephens, nº 4, nas oitavas do WTA 250 de Acapulco em 2019 (eliminada nas quartas)

Foto: Reprodução WTA

Compartilhe como seus amigos:

Outras publicações: