Rafael se reapresenta ao Botafogo após cirurgia na face

Compartilhe com seus amigos:

Rafael Botafogo

O Botafogo está finalizando sua preparação para a partida contra o Coritiba, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro 2022. Assim, um grande desfalque na última partida foi o lateral-direito Rafael. Já que o atleta passou por uma cirurgia na face após um choque de cabeça com Thiago Galhardo, na partida contra o Fortaleza. E após esta cirurgia, Rafael se reapresentou no CT Lonier para voltar os treinamentos. Contudo, o lateral-direito ainda deverá ser desfalque nas próximas duas partidas, pelo menos. Além disso, o Botafogo não informou quando o atleta voltará aos gramados de competição.

Vale lembrar que Rafael já ficou cerca de 208 dias fora (sete meses aproximadamente) devido a uma fratura do tendão de Aquiles. Em suma, esta fratura aconteceu no 1º jogo do Botafogo no ano, contra o Boavista pelo Campeonato Carioca. Além disso, Rafael chegou na metade da temporada de 2021, após três meses parado. Então, pouco jogou pela equipe carioca até aqui. São sete jogos até agora.

Médico do Botafogo relembra episódio com Rafael

A saber, após o choque, que fez com que Rafael desacordasse, o lateral-direito do Botafogo se recusava a ser substituído. Após muita insistência do médico do clube carioca, Dr. Gustavo Dutra, além das recomendações do goleiro Gatito Fernández e do lateral-esquerdo Fernando Marçal, Rafael acabou cedendo e deu lugar a Lucas Mezenga. Sobre este episódio, o coordenador médico do Glorioso falou com o podcast Glorioso Connection:

“Esse caso específico teve dois problemas, dois diagnósticos: a concussão cerebral e a fratura, o afundamento. Quando o Rafa tem essa reação, ele não sabia o que estava fazendo ali, era uma reação de agitação à concussão cerebral. Ele não lembra o que aconteceu, ele só lembra que subiu para disputar a bola. Quando eu chego nele, ele ainda não está acordado, começa a fazer pequenos movimentos e me fala: “Eu me machuquei? Quero jogar!”. Só por ele já ter perdido a consciência, ele já sairia do jogo”

“Quando eu deixei ele sentado, fazendo exame pupilar, depois algumas perguntas e estímulos verbais, ele respondeu todas. Quando ele acordou sabia onde estava, o nome dele, estava lúcido, orientado, e só queria voltar a jogar, porque ele só foi lembrar depois o que aconteceu. Ele sairia por qualquer um dos dois diagnósticos” – completou Dutra.

Além disso, o Dr. Gustavo Dutra revelou que se Rafael continuasse em campo pelo Botafogo naquela situação (de concussão cerebral e afundamento da face) e sofresse mais uma pancada na cabeça, o jogador poderia até falecer:

“Um segundo trauma craniano que gera concussão cerebral pode levar o atleta ou paciente ao óbito. Porque são movimentos rotacionais na cabeça que geram a perda de consciência. A concussão pode dar dor e dormência nas braços e pernas, dificuldade de ficar em pé, tontura, visão turva ou até mesmo perder os sentidos de momento.”

Por fim, Dutra falou sobre as reações de Rafael após ser substituído e chegar ao vestiário, local para onde o atleta foi diretamente:

“Quando eu dou um abraço, ele fica chateado comigo, aí depois a gente comemora o gol e ele dá outro chega para lá em mim (risos). E minha preocupação ali era proteger o rosto dele, porque a brincadeira do gol é um dar tapa na cabeça do outro. Ele chegou no vestiário, me abraçou, chorou, dizendo que iria acontecer tudo de novo. Só pedi para ele ligar para a família dele. O primeiro tem que ser a saúde, evitar um segundo impacto que pode levar a danos irreversíveis”

Foto destaque: Divulgação/Twitter/Botafogo

Compartilhe como seus amigos:

Outras publicações de seu time:

  • Ranking Casa de Apostas

    Betfair

    Classificação

    Bet365

    Classificação

    Betano

    Classificação

    1.

    bet365.com

    5.0/5

    2.

    betfair.com

    4.9/5

    3.

    betano.com

    4.8/5

    4.

    1xbet.com

    4.7/5

    5.

    betway.com

    4.6/5

    6.

    bodog.com

    4.5/5