Rui Costa esclarece planos do São Paulo para voltar aos tempos de glórias

Compartilhe com seus amigos:

Rui Costa esclarece planos do São Paulo para voltar aos tempos de glórias

O São Paulo vive um dos piores momentos de sua história. Como resultado, nos últimos anos a equipe tem sofrido para permanecer na Série A, conquistou apenas o Paulistão de 2019 e a Copa Sul-Americana de 2012, além de muitas polêmicas políticas neste período.

Em palestra concedida durante a Brasil Futebol Expo 2022, o diretor-executivo do São Paulo, Rui Costa, falou sobre como o Tricolor Paulista pode retomar o protagonismo no futebol brasileiro. Em primeiro lugar, para o dirigente, é preciso começar de forma regional e ir subindo de “nível”.

“O São Paulo quer retomar o protagonismo regional como uma das metas para o futuro. O título paulista tem peso para o São Paulo. Chegamos em duas finais, perdemos uma e ganhamos outra. É possível competir com o Palmeiras? É possível competir com o Flamengo? Sim. Mas é importante que a gente consiga construir essa retomada de planejamento vitorioso e estratégico vencendo títulos regionais”, começou dizendo.

“O título estadual traz dinâmica de confiança ao elenco e capacita um projeto de longo prazo. Ficar no G4 do Brasileirão por uma ida à Conmebol Libertadores e retomar o protagonismo na América do Sul”, afirmou.

Além disso, o dirigente comentou sobre o clube estar disputando o título da Copa Sul-Americana. Assim, acredita que no momento, vencer a competição está no patamar atual dos paulistas, principalmente por ser uma comemoração que dá vaga direta para a Copa Libertadores da América.

“Hoje, a realidade é outra, e a Sul-Americana é outro caminho. A Sul-Americana é um título do tamanho do São Paulo? Talvez. Mas hoje, ela nos coloca direto na Libertadores. Chegar às semifinais é um dos objetivos para retomada do protagonismo. O que temos hoje é algo a ser comemorado”, finalizou.

Mauro Cezar elogia São Paulo

O São Paulo ficou no empate em 1 a 1 contra o Cuiabá no último fim de semana. Como resultado, o Tricolor Paulista teve um homem a menos, visto que Welington foi expulso no início da segunda etapa. Assim, mesmo com 10 em campo, o time comandado por Rogério Ceni conseguiu buscar um ponto. O comentarista Mauro Cezar, elogiou a garra da equipe.

“Time do São Paulo em meio ao caos dessa semana pelo menos preserva uma característica importantíssima: luta, não desiste. Buscou o empate com menos um homem e ainda teve a chance de virar. Final, 1-1 com o Cuiabá”, escreveu o jornalista.

Logo depois, o jornalista questionou a penalidade marcada contra o São Paulo. Como resultado, o Cuiabá abriu o placar com Deyverson, logo no início do jogo.

“Esse pênalti contra o São Paulo… que coisa bizarra arbitragem de futebol nesse país”, escreveu o jornalista na conta oficial do Twitter.

Enquanto isso, o comentarista Renato Mauricio Prado foi na contramão dos elogios de Mauro e questionou o time, principalmente as escolhas do time Rogério Ceni. Aliás, durante o confronto, o treinador colocou Igor Gomes, criticado pela torcida, atuar.

“São Paulo de Ceni vai perdendo mais uma e ele resolve colocar em campo o contestadíssimo Igor Gomes. E é brindado com um revoltado coro de BURRO!”, questionou Renato Maurício Prado, via Twitter.

Compartilhe como seus amigos:

Outras publicações de seu time: