Direção do Vasco responde questões sobre a SAF

Compartilhe com seus amigos:

Direção do Vasco responde questões sobre a SAF

O Vasco abriu uma sessão pública com sócios torcedores, para responder diversas questões de dúvidas sobre sua futura SAF. Decerto, com mais de 20 perguntas, os torcedores puderam questionar todos os assuntos com os poderes da direção de administração. Nas respostas, estavam o Presidente Jorge Salgado, o vice Presidente Carlos Osório e Vice Presidente jurídico, Zeca Bulhões.

Na fala inicial, o VP Osório fez um apanhado geral da proposta feita pela 777 Partners, além de mostrar os números que poderão circular dentro da SAF Vasco:

“O Vasco está fazendo esse acordo para se livrar do seu endividamento e para ter recursos para formar um time para disputar os principais campeonatos do Brasil e da América do Sul. Importante que os vascaínos saibam que os R$ 700 milhões que a 777 vai aportar no Vasco já estão reservados. Temos um parceiro forte, global e da altura do Vasco da Gama. O investimento imediato no futebol é um dos pilares”.

Outra questão de um torcedor, foi a política de futebol da empresa americana. Garantindo que o Vasco não será um clube satélite, vendendo jovens jogadores para a Europa apenas para lucrar, o VP Zeca Bulhões garantiu que se houver saídas do time, serão pelo preço da multa:

“A 777 tem vários clubes. Será que eles vão pegar o Andrey Santos e transferir para o Genoa a preço de banana? Isso não vai acontecer em hipótese nenhuma. Qualquer negociação tem que a preço de mercado. Isso está garantido em contrato. Isso eu posso garantir”.

Presidente confirmou Alex Teixeira

Durante uma das repostas, o Presidente Jorge Salgado “furou” o marketing do clube e acabou anunciando Alex Teixeira. Em suma, confirmando a assinatura do contrato, Salgado falou que essa será a primeira de grandes contratações da era SAF Vasco:

 “Hoje mesmo assinei o contrato dele. Então isso já é um reforço significativo para o nosso clube, é um gol de placa. Há muito tempo que a gente não tem um jogador dessa qualidade”.

Logo depois do fim da entrevista, o Vasco divulgou seu FAQ, onde recebeu diversos e-mails com perguntas sobre a SAF. Lá, todas as respostas foram dadas e a torcida pôde conhecer ainda mais o novo contrato. Em suma, confira uma das respostas, que envolveu a questão de São Januário:

“Sim, São Januário permanecerá na propriedade do CRVG, como ativo imobilizado do Clube. Não haverá qualquer transferência ou promessa de transferência da propriedade do estádio ou do Complexo de São Januário para a SAF Vasco.

Será firmado um contrato de locação do estádio pelo prazo de 25 anos, renováveis por mais 25 anos. Com isso, a SAF Vasco poderá explorar economicamente o Estádio, mediante o pagamento de aluguel ao CRVG no valor de R$ 1 milhão por ano, atualizado pelo IPCA. A SAF Vasco também terá que arcar com a manutenção e operação de todo o Complexo de São Januário (inclusive da parte que não será locada à SAF Vasco e permanecerá sendo utilizada pelo CRVG, como o Colégio Vasco da Gama), o que reduzirá sensivelmente os custos operacionais do CRVG”.

Foto destaque: Reprodução/CRVG

Compartilhe como seus amigos:

Outras publicações de seu time: