Léo fala sobre como se preparou para retornar ao time do Vasco

Compartilhe com seus amigos:

Léo fala sobre como se preparou para retornar ao time do Vasco

Na entrevista coletiva desta quarta-feira (6), o lateral-direito Léo Matos abriu o coração e falou sobre seu momento no Vasco. Decerto, após quase quatro meses sem jogar, o jogador acreditou que seu momento na equipe havia chegado ao fim. Ainda assim, não desanimou e trabalhou todos os dias, esperando a nova chance, que apareceu no último domingo (3), quando foi titular no empate contra o Sport:

“Passa, passa pela cabeça, sim. De repente que meu ciclo tivesse se encerrado, precisava buscar outro clube. Mas são coisas passa na cabeça de qualquer jogador momentaneamente sem jogar. Não posso chegar e falar que está tudo bem, o importante jogador ter discernimento. No meu caso, o Gabriel se lesionou, e optaram por mim naquele jogo. Não estava sendo relacionado, e do nada caiu no meu colo uma oportunidade. Estava feliz da vida, mas você fica receoso. Única coisa pedi a Deus meus companheiros tivessem uma boa performance e eu pudesse acompanhar. Muito do meu rendimento dependeu deles, eles estiveram bem e eu acompanhei o ritmo deles. Se não fosse no Vasco, teria que ser em outro lugar, precisava estar pronto, chegar e jogar. Eu sou muito tranquilo para esse tipo de coisa, vou completar 20 anos como profissional, já aconteceu muita coisa na minha carreira. O que eu passei agora há muito tempo não passava. Ficar fora de jogo, parecia que estar fora de contexto. Felizmente joguei bem, todo mundo jogou bem”.

Léo não desanimou

Decerto, mesmo longe, Léo Matos manteve o foco para poder voltar ao time. Sua pouca participação foi opção do ex-treinador Zé Ricardo, que chegou em 2022 e trouxe outros dois laterais para a posição. Agora, com Maurício Souza no comando, bastaram dois jogos sem vitória para que Léo voltasse ao time e com elogios da torcida, ganhasse de titular novamente:

“Momento de desânimo, não. Essa palavra não se encaixa muito bem. Não estava sendo aproveitado, desanimar nunca desanimei. Estava me preparando para algo, não sabia o que era. Tinha muita fé em Deus. Mas eu tinha no fundo do coração esperança que seria aqui. O Maurício (Souza) me chamou para conversar no sábado para entender minha vontade. Eu falei que todo mundo aqui tem vontade de subir o Vasco, todo mundo tem. Imagina eu que cheguei com o clube na Série A, cai com o clube, fiz um acordo de uma mãe para permanecer e fiquei. Você imagina o quanto eu não quero subir o Vasco, oportunidade apareceu para mim tentei aproveitar da melhor maneira possível”.

Em suma, o Vasco volta a campo no próximo sábado (9), fora de casa, contra o Criciúma. A partida da 17ª rodada da Série B terá Léo como titular na lateral direita, em um novo esquema dos 11 titulares. Decerto, a tendência é de que a equipe atue com três zagueiros e dois alas, com a entrada de Riquelme pela esquerda, já que Gabriel Pec e Edimar estão suspensos.

Por outro lado, Nenê ainda é dúvida e tentar correr contra o tempo para melhorar da lesão na panturrilha e ter condições de jogo.

Foto destaque: Reprodução/CRVG

Compartilhe como seus amigos:

Outras publicações de seu time: