Patrocinadora master quer continuar no Vasco em 2023

Compartilhe com seus amigos:

Patrocinadora master quer continuar no Vasco em 2023

A Pixbet, patrocinadora master do Vasco, sinalizou a intenção de permanecer na equipe para a temporada de 2023. O atual contrato termina no fim de 2022, mas as conversas para a renovação já começaram. O time também já se posicionou e deu os números para que o novo acordo aconteça. A informação é do jornalista Lucas Pedrosa, do SBT RJ.

Para 2023, o Vasco colocou dois cenários para a renovação. Se o acesso ocorrer, o novo contrato será de R$18 milhões por um ano. Este número representa o dobro do valor atual. Por outro lado, se o time continuar na Série B, o atual valor (R$9 milhões) é o pedido pelo time.

Quem comanda as conversas com a empresa de apostas ainda é Vitor Roma, Vice Presidente de Marketing. Apesar do político não ter participação na SAF, o aval pelo CEO da gestão do futebol, Luiz Mello, foi dado para a gestão de Roma conduzir todo o papo. No início da Vasco SAF, ainda não há um nome específico para o Marketing da equipe. Por isso, a decisão está nas mãos do CEO geral.

Dentro da 777 se tem a opinião que o trabalho do atual marketing do clube é muito bom. Quando assumiu a pasta, Vitor Roma encontrou o time com R$14 milhões de patrocínios na camisa. Hoje, a camisa já vale R$35 milhões, o dobro em menos de três anos.

Na última assinatura de patrocínio para a camisa, com a empresa farmacêutica Hebron, que ocupa o ombro do uniforme, o time bateu um valor que não conseguia há muito tempo. Na época, Vitor Roma falou sobre as parcerias dos patrocínios e até projetou um número ideal para que a camisa do Vasco em 2022:

“A camisa do Vasco chega finalmente ao seu valor de R$ 30 milhões, que é a soma dos patrocínios anuais. Só que a gente ainda tem as variáveis. Vários desses contratos que nós temos hoje, nos dão uma remuneração variável. Então a minha expectativa é que a gente atinja, no final do ano, R$ 35 milhões.

É um pouco menos do que eu gostaria, que é R$ 40 milhões. Talvez nas renovações a gente consiga chegar nesse valor. Lembrando que quando assumimos tínhamos R$ 14 milhões em patrocínios e depois de 15 meses, chegamos a R$ 30 milhões, podendo chegar a R$ 35 milhões”.

Foto destaque: Reprodução/CRVG

Compartilhe como seus amigos:

Outras publicações de seu time: