RED! Como lidar com uma Bad Run e não quebrar a banca?

Compartilhe com seus amigos:

bad run na aposta esportiva

Bad Run é um termo em inglês que descreve aquela sequência péssima de apostas, que você olha, toma um susto e se desespera. Tudo “red”… Vermelho, indicando a perda no palpite.

Já passou por isso? 

A verdade é que eu tenho certeza de que sim, pois uma bad run faz parte da vida do apostador, seja ele iniciante ou experiente. Até especialistas passam por isso, mas com menos frequência, obviamente.

Então calma lá que não é motivo para pânico. Você precisa aprender a lidar com essas situações e evitá-las daqui para a frente. Então segue esse artigo, que você vai aprender muito.

Como mencionamos acima, uma Bad Run é algo “normal” dentro das apostas esportivas. Isso porque não importa o quanto você estude e analise: todo resultado é possível.

Porém, apesar de possível, alguns são bem menos prováveis. Saca a diferença?

Existem os erros inevitáveis, onde a zebra é muito forte e só “loucos” acertariam um palpite desses. É o caso dos 7 gols do Bristol Rovers e a sua classificação na Inglaterra. 

Porém, se você está tendo Bad Runs com frequência, quer dizer que a qualidade das suas análises não está boa ainda. 

Outra opção é que o seu método de apostar também não seja eficiente, então tenha em mente o seguinte:

Bad Runs acontecem e elas servem para que nós enxerguemos o espaço que temos para melhorar como apostadores.

Dicas para evitar uma Bad Run

apostador refletindo sobre sua bad run

Comuns de acontecer com apostadores recreativos, mas evitadas a todo o custo para profissionais. Segue abaixo maneiras de evitá-las.

Crie um método de apostas

Existem muitas formas de apostar: resultados finais, handicap, variedades do mercado de gols, escanteios e tantos outros. Apesar de serem muitos, todos eles podem ser lucrativos.

Mas apenas podem.

Por que disso? Porque cada mercado é uma ciência própria e envolve muito conhecimento e análise, então fica difícil demais se destacar em todos ao mesmo tempo.

Por isso, escolha o mercado que mais faz sentido para você e que você mais consegue enxergar como um mercado lucrativo. Até o mercado de resultados finais, que é tido como um dos mais simples, mas também o que mais acontecem zebras, pode ser lucrativo se você se especializar.

Depois de escolher o mercado, deverá entender a forma de apostar e as ligas em que irá apostar. Premier, La Liga e Brasileirão, por exemplo.

Você vai identificar quais as métricas mais importantes do mercado que escolheu e analisar como estão os times dentro dos critérios que você acha importante.

Exemplo: Mercado de gols?

Gols feitos por partida, gols sofridos, gols dentro e fora de casa, finalizações, etc. Todas essas métricas são muito relevantes e você precisa ter o conhecimento de pelo menos 4 times de cada uma das suas ligas para ter um bom volume de apostas.

Depois é o plano nos valores. Vai assumir palpites de grande risco? Vai fazer múltiplas de 2, 3 ou 4 palpites para aumentar o valor da aposta para quando acertar? Você é quem vai desenvolver o método que mais te agrada e aos poucos você vai refinando ele para subir sua precisão.

Use ferramentas de análise de dados corretas

Não existem traders que não recorrem a ferramentas e estatísticas. O mais básico de tudo é uma planilha no Google ou Excel para você se organizar.

Mas as principais ferramentas são as de análises de dados. Em nosso site você acessa informações cruciais dos mais variados campeonatos de forma simples e direta.

Até dados sobre faltas e cartões você encontra, e assim pode enxergar mais facilmente os fatores que afetam os resultados das partidas.

Anote todas as suas apostas que deram errado

Colocar na conta do “azar” é sempre mais fácil, mas será que sua análise foi precisa? 

Para ser um trader profissional, ou mesmo lucrativo, você precisa analisar seus erros para gerar aprendizado e corrigir suas escolhas nas próximas rodadas.

Para saber como corrigir, é crucial que você tenha um método e não saia apostando aleatoriamente. Se não há uma estratégia, não há o que melhorar… Você está contando apenas com a sorte, e esse é o caminho mais curto até a quebra de banca.

Mas entenda: errar com frequência nunca é sorte. Times são campeões porque ganham muito mais do que perdem; jogadores são goleadores porque marcam gols na maioria dos jogos, etc.

Você precisa enxergar os padrões e estudar uma forma eficiente de apostar para colher resultados.

Conclusão

Bad Runs são comuns na vida dos apostadores iniciantes e até dos lucrativos. No entanto, achar que elas são normais e frequentes é um conceito muito errado e, como apostadores que buscam lucro além da diversão, queremos acertar os palpites e evitá-las a qualquer custo.

A pior forma de abordar uma bad run é com desespero ou negligência: nada de entrar em pânico e querer desistir; nada de colocar a culpa no azar: analise suas derrotas e tente entender porque errou seus palpites.

Se ainda assim não estiver acertando, estude outras formas de apostar e pense se você consegue desenvolver outro método, mais preciso.

Compartilhe como seus amigos:

Outras publicações: