Expulso contra o Marselha, Neymar afirma ter sofrido racismo e dispara: “Eu não te respeito”

Compartilhe como seus amigos:

Neymar - Gonzalo Fuentes/Reuters

No domingo (13), Paris Saint-Germain e Olympique de Marselha se enfrentaram pelo Campeonato Francês. O clássico terminou com a vitória do Marselha pelo placar de 1 x 0. Porém, o duelo foi recheado de polêmicas e cartões, 15 no total. A maior delas ficou por conta do atrito entre Neymar e Álvaro González. E quem levou a pior foi o brasileiro, que, após agredir o zagueiro espanhol, recebeu cartão vermelho.

Leia mais: Univ do Chile x Cobresal 14/09: confira o prognóstico do duelo chileno

banner bet365

Contudo, há um motivo para a agressão de Ney. Todo esse imbróglio entre os dois jogadores começou aos 37 minutos do primeiro tempo, quando  González supostamente proferiu palavras de cunho racista ao atacante. Prontamente, o juíz Jérôme Brisard chamou os dois jogadores para conversar, e Neymar, indignado, exclamou em espanhol: Racismo, no!

Mesmo diante do protesto do brasileiro, o árbitro não advertiu Álvaro González. A partida seguiu, mas no apagar das luzes, aos 45 minutos da etapa final, Layvin Kurzawa e Jordan Amavi se estranharam após um lance no meio-campo. O clima que já estava quente, pelo fato de ser um clássico, ficou ainda pior. Jogadores dos dois times armaram uma confusão generalizada, Kurzawa, Amavi, Darío Benedetto e Leandro Paredes foram expulsos. Em meio a toda confusão, Neymar e González estranharam-se novamente.

Dessa vez, o brasileiro acertou um tapa na parte de trás da cabeça de González. Brisard não viu a agressão, mas foi alertado por seus auxiliares e decidiu utilizar o VAR para analisar o lance. Uma vez analisado, Jérôme Brisard decidiu por expulsar Ney, que logo depois deixar o gramado, admitiu ter agredido o espanhol.

Leia mais: Brighton x Chelsea 14/09: previsão de lucro com nossa dica, 66 por cento

Posteriormente, em suas redes sociais, o atacante afirmou:

“Único arrependimento que tenho é por não ter dado na cara desse babaca.”

Mais tarde, em torno de uma hora depois da primeira postagem, Neymar criticou a postura do árbitro, revelou o teor das ofensas e aproveitou para relembrar a punição após uma carretilha no jogo contra o Montpellier, em fevereiro do ano vigente.

NEYMAR E GONZÁLEZ TROCAM FARPAS NO TWITTER

Também via redes sociais, Álvaro González veio à público para se defender das acusações. Em sua conta do Twitter, o espanhol compartilhou uma foto junto aos seus companheiros negros do Olympique de Marselha. Além disso, González não perdeu tempo e alfinetou o craque do PSG.

“Não há lugar para racismo. Carreira limpa e com muitos colegas e amigos no dia a dia. Às vezes você tem que aprender a perder e assumir isso em campo. Incríveis 3 pontos hoje.”

Compartilhe como seus amigos:

banner bet365