Botafogo: Juninho, Ênio e Rikelmi irão para clube belga de John Textor

Compartilhe com seus amigos:

Botafogo Ênio Juninho e Rikelmi

Enquanto o Botafogo busca reforços ainda para esta janela de transferências, o acionista majoritário da SAF Botafogo, John Textor, começa a iniciar jogadores do Botafogo em seu projeto de rede mundial de clubes. Em suma, este projeto visa aprimorar jogadores de todos os clubes administrados por Textor (Botafogo, Crystal Palace, RWD Molenbeek, Olympique de Lyon e FC Florida) além de promover a integração entre os clubes. Este projeto é chamado de “conceito multiclubes”. Assim, tem participação direta da Eagle Holdings, empresa na qual John Textor é dono. E a partir de agora, o Botafogo passa a “doar” seus jogadores para este “conceito multiclubes”. Já que Juninho, Rikelmi e Ênio irão para o RWD Molenbeek, da Bélgica.

Vale lembrar que o Botafogo já recebeu jogadores deste projeto. Foram eles: Darius Lewis (Trinidade e Tobago, vindo do FC Florida), Dylan Talero (Colombiano, vindo do FC Florida) e Sebastian Joffre (Boliviano, vindo do RWD Molenbeek). Atualmente, Lewis e Joffre estão a disposição do time B do Botafogo (outro projeto de John Textor). Enquanto Talero está com a equipe sub-20.

Contudo, é a 1ª vez que a equipe carioca cede seus jogadores para outros clubes geridos pelo norte-americano. Além disso, Juninho, Ênio e Rikelmi estavam com o time B do Botafogo. Porém, todos os três já tiveram passagens pelo time principal. E o diretor de futebol do Glorioso, André Mazzuco, falou sobre o “conceito multiclubes”:

“É um momento especial para o projeto multiclubes do John Textor. Estamos iniciando a primeira parceria com o Molenbeek envolvendo nossos atletas. São meninos da nossa base, que já entregaram números. Importante porque é uma experiência de vida e profissional, de estarem pisando na Europa, vivenciando minutagem fora do Brasil. Serve para potencializar novos projetos. É um grande resultado de um Time B, que foi criado esse ano, e oportunizou esses jogadores. Mérito deles por darem esse primeiro passo. Esperamos que isso gere ainda mais resultados para o Botafogo.”

Botafogo B

Vale lembrar que o Botafogo B, onde jogavam Ênio, Juninho e Rikelmi, não tem mais competições no calendário oficial de 2022. Já que nesta quinta-feira, foi derrotado pelo Sport por 3 x 0 no Brasileirão de Aspirantes (competição na qual o time secundário da equipe carioca estava envolvido) e está fora da competição. Em suma, o Botafogo ficou em 3º lugar no grupo C com 10 pontos, atrás de Náutico e Fluminense (que foram os classificados para as quartas de final) com 11 pontos cada. Portanto, Ênio, Juninho e Rikelmi não teriam mais calendário oficial para jogar em 2022 caso não fossem aproveitados por Luis Castro no time principal. Vale lembrar que, nesta semana, o Botafogo anunciou cinco contratações para este time B (Iago André, Menezes, Janderson, Matheus Cabral e Newton).

Passagens de Juninho, Ênio e Rikelmi pelo time principal

A saber, Ênio, Juninho e Rikelmi são produtos das categorias de base do Alvinegro carioca. Contudo, apesar de estarem atualmente no time B, os jovens já atuaram pela equipe principal. Assim, Juninho chegou ao time principal em 2022 após ter muito destaque no sub-20, onde era capitão e foi líder de assistências no ano de 2021. Contudo, teve poucas oportunidades no time principal. Assim, jogou apenas cinco partidas e recebeu um cartão amarelo (sem ter participado de qualquer gol, seja marcando ou dando assistência). Após não ser aproveitado por Luis Castro, acabou indo ao time B do Glorioso, onde também jogou cinco partidas. Contudo, fez três gols e deu três assistências.

Por outro lado, Ênio tem uma passagem mais promissora pela equipe principal. Assim, subiu da equipe sub-20 em 2021, durante a campanha do título da Série B do Botafogo. Naquele ano, participou de 25 jogos, com dois gols e duas assistências. Inclusive, à época, muitos torcedores defendiam que Ênio deveria ser titular naquela equipe. Em 2022, não fez nenhum jogo pela equipe principal (seja com Enderson Moreira, Lucio Flávio ou Luis Castro) e acabou indo para a equipe B. Por lá, Ênio fez quatro jogos e três gols.

Por fim, Rikelmi é o único desta lista que não está no Botafogo desde criança. Em suma, 2021 foi seu 1º ano de Glorioso, onde foi destaque do sub-20, emprestado pelo Juventus-SP. Devido ao seu destaque no sub-20, o Botafogo comprou o jogador e logo no início de 2022, subiu ao time principal. Então, por lá, Rikelmi participou de sete jogos e marcou um gol (ainda no Campeonato Carioca). Luis Castro não aproveitou o jogador, que foi para o time B e participou de três jogos (com um gol e uma assistência).

Foto destaque: Divulgação/Youtube/BotafogoTV

 

Compartilhe como seus amigos:

Outras publicações de seu time:

  • Ranking Casa de Apostas

    Betfair

    Classificação

    Bet365

    Classificação

    Betano

    Classificação

    1.

    bet365.com

    5.0/5

    2.

    betfair.com

    4.9/5

    3.

    betano.com

    4.8/5

    4.

    1xbet.com

    4.7/5

    5.

    betway.com

    4.6/5

    6.

    bodog.com

    4.5/5