Rogério Ceni fala sobre voltas de lesionados no São Paulo

Compartilhe com seus amigos:

Rogério Ceni fala sobre voltas de lesionados no São Paulo

O São Paulo tem sofrido com muitos desfalques da temporada. Para a partida contra o Juventude, que aconteceu no último domingo (26), o técnico Rogério Ceni teve somente 23 jogadores disponíveis para escalar, sendo 11 desfalques ao todo para o confronto.

Logo após a partida, o comandante falou sobre o quadro dos lesionados com pessimismo. Em suma, para o treinador, nenhum jogador terá condições de retornar para as partidas decisivas de mata-mata. Aliás, os mais “prontos” são Nikão e Talles Costa, mas ainda em fase inicial.

“Em condições de jogo não teremos quase ninguém. Nikão e Talles Costa voltaram a fazer transição nesta semana, mas Nikão está há uns 40 dias fora e o Talles há uns 25. São quase como umas férias. Se for analisar de forma bondosa, os dois precisariam de mais uma semana para ter a mínima, e digo a mínima condição de jogo. Não sei quando os dois estarão prontos. Os dois têm lesão de tornozelo, tem que ver se não sentem nada. Mas não tem perspectiva. Faz muita falta. Mas jogar o jogo, vamos seguir em frente até onde pudermos levar o São Paulo”, afirmou Rogério Ceni.

“Sentimos pelos desfalques, mas nosso grupo é qualificado e tem condições de entrar e atuar bem”, concluiu.

Resultado ruim para o São Paulo

 

Rogério Ceni ainda falou sobre o resultado ter sido negativo contra o Juventude. A equipe perdeu a oportunidade de ficar com apenas três pontos de desvantagem para o G4, principal objetivo do time na competição, e agora fica há seis pontos.

“Hoje era essencial os três pontos. Era muito importante chegar aos 21 pontos. Mas não deu. Você não consegue os três pontos dentro de casa, criando o número de chances que criamos, é ruim. Mas é ter calma, viver dia após dia”, disse o técnico.

Foto Destaque: Divulgação/São Paulo FC 

Compartilhe como seus amigos:

Outras publicações de seu time: