Ferreira conta como foi período de lesão no Grêmio e agradece Roger

Compartilhe com seus amigos:

Ferreira conta como foi período de lesão no Grêmio e agradece Roger

Após um longo período de indefinições por conta de uma lesão muscular, o atacante Ferreira se recuperou e já está de volta no Grêmio. A saber, o atleta teve que passar por uma cirurgia para corrigir uma má recuperação de lesão muscular. Assim, após oito semanas parado, voltou contra o Bahia, e já marcou seu primeiro gol em 2022 diante do Náutico. Então, em coletiva no CT Luiz Carvalho nesta segunda-feira (11), o camisa 10 falou sobre o período difícil que passou nesse processo. Bem como agradeceu ao técnico Roger Machado pelo apoio dado, e esclareceu uma polêmica que teve com membros do DM.

Ferreira comenta sobre período que passou lesionado

Ferreira se machucou no Gauchão, uma lesão simples que teve uma má recuperação. Assim, em meados de abril de 2022 teve que passar por uma cirurgia para corrigir o problema. Então, acabou ficando ainda mais tempo parado. Assim, ele contou sobre esse momento difícil e as dores que sentiu.

“Não estou 100% ainda, digamos 90%. Questão da dor é normal, foi feita cirurgia em local delicado, mas com o tempo a dor vai sumindo e com o tempo vou ficando 100%. Me machuquei dia 11 de fevereiro contra o Juventude, fiquei tratando, voltei com dor contra o Inter, joguei com dor contra o Ypiranga, com a Ponte Preta com dor e contra a Chapecoense com muita dor. Aí não deu para continuar”, disse Ferreira.

Apoio de Roger Machado foi importante

Além disso, Ferreira disse contou com o apoio do técnico Roger Machado, que entendeu o momento que o atacante estava passando. A saber, o treinador já foi jogador, e também teve lesões em sua carreira. Por isso passou sua experiência para seu atleta.

“Um momento difícil, se lesionar. Professor Roger foi muito importante para mim. Ele foi jogador, me explicou que passou por momento como esse, sempre procurou me ouvir e entender meu lado. Tanto que depois do gol dei um abraço nele, porque foi muito importante para mim nesse período”, continuou.

Relação com o Departamento Médico

Por fim, Ferreirinha comentou sobre uma situação que aconteceu entre ele, seu estafe e o departamento do Grêmio durante sua recuperação. A saber, o atleta revelou que tudo não passou de uma “picuinha”, e que foi resolvido de forma interna. Além disso, confirmou que sua relação com o DM é ótima, e sempre foi.

“Relação com todo departamento do Grêmio é muito boa, sempre teve relação de conversa, tentei explicar pra eles minha situação, que tenho estafe, tenho médico, três fisioterapeutas por fora. Sempre procuramos alinhar para que ficasse bem para mim e para o clube também. Teve uma picuinha, coisa boba, mas foi resolvido. Não é de agora, sempre tive um relacionamento bom com o clube, inclusive o DM”, finalizou Ferreira.

Grêmio volta a campo no próximo sábado (16), quando encara a Tombense na Arena a partir das 16h30 (horário de Brasília) pela Série B. Assim, será mais uma chance para Ferreira entrar em campo e mostrar seu futebol com a camisa tricolor.

Foto destaque: Divulgação / Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Compartilhe como seus amigos:

Outras publicações de seu time: